ROGER GOODELL, JERRY JONES E UMA POLÊMICA EXTENSÃO DE CONTRATO

ROGER GOODELL, JERRY JONES E UMA POLÊMICA EXTENSÃO DE CONTRATO

A extensão de contrato do comissário da NFL, Roger Goodell, deve ser assinada em dezembro. Mesmo a assinatura vindo no próximo mês, é praticamente certo que Goodell irá continuar com o cargo na Liga. No entanto, o dia 13 de dezembro ainda não chegou, e Jerry Jones, proprietário do Dallas Cowboys não está satisfeito com essa extensão e de como o atual comissário vem conduzindo as coisas. Além de sua insatisfação, Jones não parece ficar parado até que a extensão de contrato seja consumada.

Segundo Adam Schefter, da ESPN.com, a renovação de contrato do atual presidente pode ser resolvida antes da reunião dos proprietários, dia 13 de dezembro. Schefter ainda destaca os números do contrato. Se todas as exigências forem aceitas, o novo acordo poderá chegar ao valor de US$ 40 milhões para cada ano em cinco anos, ou seja, aproximadamente US$ 200 milhões.

Jerry Jones em cena

Como o proprietário do Cowboys entra nessa história?

Jerry Jones não está satisfeito com a possível renovação de contrato de Roger Goodell
Foto: USA Today

É de conhecimento público que Jerry Jones não está muito contente com Goodell no comando da Liga. Fora o fato de Jones ser mais conservador e não estar muito feliz do jeito que as coisas estão sendo encaminhadas, toda a situação que envolveu Ezekiel Elliott não deixou o texano no seu melhor humor. O RB do Dallas foi suspenso da NFL por seis rodadas, conforme havia sido determinado por Roger Goodell, em agosto.

Jerry Jones chegou a ameaçar processar a NFL caso a extensão do atual comissário fosse aprovada pelo comitê de compensação antes de uma revisão final ou aprovação dos 32 times. Por conta dessa ameaça de ação judicial, Jones foi removido, e é um sétimo membro não-votante do comitê.

Muitos jornalistas acreditam que Jerry Jones está lutando uma batalha perdida. No entanto, não se pode subestimar o dono do Cowboys. Adam Schefter diz que “Jones está determinado a impedir, se não descarrilhar, essas negociações de extensão”. Especula-se que autoridades da NFL acham que toda essa situação enfraqueça o poder de Goodell, e afetará também a questão de patrocinadores e fãs, que já havia sido abalada por conta dos protestos durante o hino.

Roger Goodell no comando

O comissário da NFL assumiu a posição no dia primeiro de setembro de 2006, logo após seu antecessor, Paul Tagliabue, ter se aposentado. A escolha de Roger Goodell foi feita oficialmente no dia 8 de agosto daquele ano. E na época ele foi descrito como “o homem mais poderoso dos esportes”.

Atualmente com 58 anos, Goodell participou ativamente de mudanças na NFL e novos contratos com a televisão. Em 2014 o comissário recebeu o Prêmio de Serviço Civil Extraordinário, terceira maior honra no âmbito do programa de prêmios civis do Departamento do Exército americano. Mesmo com tantas honras e ações realizadas na NFL, Roger Goodell não agrada a todos.

Roger Goodell deve assinar uma extensão de contrato com a NFL dia 13 de dezembro
Foto: Getty Images

Seu atual salário é de US$ 30 milhões por ano. Estima-se que o comissário não seja demitido do cargo, que sua saída aconteça apenas quando for sua vontade, ou por conta de alguma eventual fatalidade.

Por enquanto, a extensão de contrato está no status de quase certa para quem acompanha as negociações. Mas como já foi dito, dia 13 de dezembro ainda não chegou.  Jerry Jones parece determinado a impedir, ou pelo menos atrapalhar, a execução da extensão de contrato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *