RESUMÃO DA SEMANA 16 DA NFL

RESUMÃO DA SEMANA 16 DA NFL

E o Papai Noel apareceu no futebol americano também! A semana 16 da NFL foi a rodada natalina, e se você estava recebendo os parentes ou se vestindo de bom velhinho para alegrar as crianças e não prestou muita atenção na televisão, vamos contar o que rolou na rodada.

Ah, caso você ainda tenha dúvidas de como funcionam os playoffs, para acompanhar a situação do seu time, dê uma olhadinha na matéria da Kamilla Pellegrini, aqui.

Indianapolis Colts x Baltimore Ravens

No primeiro jogo da rodada dupla de sábado, deu Ravens por 16×23. O Colts estava apenas cumprindo tabela, mas a vitória foi importante para os corvos, que buscam chances de classificação até o último jogo da temporada regular.

E depois não querem que os torcedores se empolguem e chamem o Joe Flacco de ELITÃO. Pudera, o rapaz fez um jogão e foi o principal responsável pela vitória, com 29 passes certos, de 38 tentativas.

A equipe começou com tudo, já forçando um punt do Colts e abrindo com um field goal de Justin Tucker. Aliás, Tucker fez 7 dos 13 pontos do Ravens no primeiro tempo. Os outros 6 ficaram por conta da conexão entre Flacco e Michael Campanaro.

Se falei ali em cima que Flacco foi um grande nome do jogo do lado do Ravens, vamos dar espaço no “pódio” para Justin Tucker também. Afinal, se não fosse um, o outro não teria tanto êxito (não esquecendo também de todo o ataque, em conjunto). O segundo tempo foi de chutes, com Tucker e a lenda Vinatieri, que acertou dois um tanto longos, facilitando a vida do seu time, encostando no placar.

No fim do jogo, a equipe de Indianapolis quase conseguiu assustar o Ravens. Mas não obteve sucesso em sua campanha de ataque, deixando os donos da casa com a vitória.

ravens x raiders semana 16 da NFL
Foto: Facebook Baltimore Ravens

Atlanta Falcons x New Orleans Saints

Jogo valendo time nos playoffs e que, dependendo do resultado, poderia causar o caos em outra partida. Assim foi Falcons x Saints, com vitória do último, por 13×23.

Vamos começar exaltando Deus Bress, que fez história e alcançou a marca de 70 mil jardas aéreas. Feito alcançado até então apenas por duas lendas vivas: Peyton Manning e Brett Favre. Tá ruim o homem, né?

Sobre a partida, foi um jogo de kickers salvadores. Wil Lutz e Matt Bryant trabalharam bastante e contribuíram para a maior parte das pontuações, tendo 100% de aproveitamento em seus chutes.

O Saints abriu o placar com dois chutes de Lutz e um passe longo de 54 jardas de Bress para Ted Ginn Jr. O Falcons foi para o intervalo com o zero no placar.

No segundo tempo, o Saints cresceu ainda mais na defesa, não deixando muitos espaços para Matt Ryan evoluir. Inclusive, a defesa conseguiu segurar uma quarta/goal na linha de uma jarda. Os caras queriam muito os playoffs e não iriam deixar escapar. As pontuações do Falcons ficaram com o kicker Bryant e um touchdown de Tevin Coleman.

O Saints já está garantido nos playoffs e a próxima partida contra o Buccaneers pode ser definida para conseguir a liderança da divisão. Já o Falcons entrará em campo contra o Panthers, com uma última esperança de playoffs.

falcons x saints semana 16 da nfl
Foto: Michael C. Hebert

Seattle Seahawks x Dallas Cowboys

Quando falei que a partida entre Falcons x Saints poderia trazer o caos, era sobre essa aqui que me referia. Se o Falcons ganhasse o jogo, eliminaria ambos (Seahawks e Cowboys). Porém, como isso não aconteceu, acabou virando mata-mata, e quem perdesse, seria eliminado de vez da disputa dos playoffs. O placar foi de 21×12, com o Cowboys sendo eliminado em casa.

Vamos dar maior parte do mérito para a defesa do Seahawks, que não deixou o Cowboys marcar nenhum touchdown. O ataque do Cowboys, com a volta de Ezekiel Elliott, limitou-se a apenas quatro field goals. Já o ataque do Seahawks também não produziu grande coisa, mas se viraram como deu e foi o suficiente.

O primeiro quarto parecia que os times tinham recebido instruções do Muricy Ramalho, pois foi uma retranca que só. No segundo quarto, o Cowboys conseguiu abrir o placar, com boas corridas de Elliott, deixando Dan Bailey em boas posições de field goal nas duas campanhas de ataque.

O Seahawks foi aparecer só depois de um fumble de Dez Bryant, dando de presente uma ótima posição no campo de ataque adversário. Russell Wilson conseguiu achar Jimmy Graham na endzone após algumas tentativas, mas foi para o intervalo atrás no placar.

Já começamos o segundo quarto com uma interceptação de Prescott nas mãos de Justin Coleman, que retornou para touchdown! O Cowboys conseguiu mais um field goal depois desse episódio, mas não esperava um Seahawks gigante no último quarto.

Wilson calibrou o braço e começou a ficar mais eficiente em suas chamadas e passes. Resultado disso foi o touchdown para Doug Baldwin, que deixou os visitantes na frente e o time da casa em desespero. O Cowboys tentou furar a defesa, mas foi em vão. E ainda por cima, Bailey errou dois chutes que poderiam dar uma vantagem para a equipe de Dallas no fim da partida. Quando não é para ser, não é. Assim, o Seahawks teve apenas que controlar o relógio e sacramentar a vitória, permanecendo vivo na briga pelos playoffs.

seahawks x cowboys semana 16 da nfl
Foto: Facebook Seattle Seahawks

Rapidinhas da Semana 16 da NFL

Minnesota Vikings 16 x 0 Green Bay Packers: o placar mostra o óbvio. Domínio do Vikings, vencendo com facilidade e o Packers entrando nas franquias in memorian de 2017. Tem ainda treta envolvendo o Rodgers, então sugiro que todo mundo no time se benza.

Cleveland Browns 3 x 20 Chicago Bears: única coisa que o Browns tem garantido para 2018 é a first pick. Será que teremos surpresas com as novidades no time? Quanto a partida, Trubisky não fez mais que obrigação jogou bem e garantiu uma vitória tranquila.

Detroit Lions 17 x 26 Cincinnati Bengals: o Bengals ganhou quando não adiantava mais nada e ainda estragou o Natal do Lions. A franquia de Detroit tinha chances de playoffs caso vencesse a partida. Bobby Lane, qual a validade dessa praga aí que você jogou?

P.S: se você não conhece a maldição do Lions, pode ler aqui nesse trecho do livro Touchdown, do Paulo Mancha (editora Panda Books).

Los Angeles Rams 27 x 23 Tennessee Titans: o Rams pode soltar o grito engasgado há 14 anos e comemorar o título da NFC West! Esse time está fazendo história e parte dos playoffs mais alternativo dos últimos anos. Já o Titans deve colocar as barbas de molho (mas ainda há chances de playoffs) e avisar ao Mariota “joga por amor ou joga por terror”.

Miami Dolphins 13 x 29 Kansas City Chiefs: o Chiefs resolveu acordar e é campeão da AFC West! Harrison Butker anda honrando o lugar de Cairo Santos e foi fundamental para a vitória. O Dolphins tinha esperança, mas não foi dessa vez. Mais uma franquia para o in memorian de 2017.

Buffalo Bills 16 x 37 New England Patriots: polêmica e Patriots formam um belo casal, não? De novo tivemos jogada polêmica igual àquela do Steelers na semana 15. De resto, nada de novo no front, só essas regras e as zebras que precisam melhorar.

Los Angeles Chargers 14 x 7 New York Jets: o Chargers pode integrar o time dos “improváveis dos playoffs”, caso Bills e Titans sejam derrotados na última rodada. Com a vitória sobre o Jets em NY, mantém viva a esperança. O Jets pode jogar a pá de cal, caso perca para o Patriots na despedida da temporada.

Denver Broncos 11 x 27 Washington Redskins: Cousins jogou bem e o próximo jogo pode ser sua despedida da franquia. Nenhum dos times jogou valendo alguma coisa, mas se despedir da temporada com estilo é demais, não? Já o Broncos, entra para aquele in memorian.

Tampa Bay Buccaneers 19 x 22 Carolina Panthers: Cam Newton fez história, sendo terceiro QB com mais jardas corridas na história da NFL e garantiu ainda a vaga nos playoffs. Também, se não conseguisse vencer com o Bucs entregando o ouro, tinha que acabar, né? Defesa monstra de novo, para variar.

Jacksonville Jaguars 33 X 44 San Francisco 49ers: Papai Noel chegou em Santa Clara mais cedo e deu o Garoppolo de presente! O time está feliz e “sacksonville” aqui não funcionou, queridinha. O Jaguars está nos playoffs e irá jogar contra o rival de divisão, Titans, podendo tirá-los da segunda fase da competição.

New York Giants 00 x 23 Arizona Cardinals: nem vamos chutar cachorro morto, mas falar do Giants este ano está difícil. Vamos olhar pelo lado positivo: a equipe terá uma boa posição no draft 2018, mas só. O Cardinals venceu não valendo nada, mas pode destruir o sonho do Seahawks na semana 17.

Pittsburgh Steelers 34 x 06 Houston Texans: Steelers já garantido na bye week dos playoffs e só foi enterrar de vez o Texans. Dá até “pena” do DeAndre Hopkins em um time que atualmente está limitado em campo. Bola pra frente e que Deshaun Watson volte, para a alegria da torcida!

Oakland Raiders 10 x 19 Philadelphia Eagles: o Eagles já é o melhor time da NFC em 2017, mesmo jogando bem mal contra o Raiders. A defesa ajudou na vitória, e um Raiders meio desmotivado também, já que não há nenhuma esperança para o time, exceto de um 2018 melhor. A única coisa que o Raiders poderá fazer de relevante será tirar o Chargers dos playoffs na semana 17, caso vença o rival de divisão.

Momento bacana da semana 17 da NFL: Príncipe Harry Carson Wentz de muletas, prestigiando os colegas no jogo contra o Raiders. Volte logo, ruivinho!

Carson Wentz semana 16 da nfl
Foto: Facebook NFL/Reprodução

 

A última semana da temporada regular está aí e lembre-se que não teremos jogos nos horários de costume. Para saber tudo e perder nada, acompanhe nossas redes sociais.

Enjoy <3

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *