QUARTERBACKS DA AFC EAST: PROBLEMAS A CURTO E A LONGO PRAZO

QUARTERBACKS DA AFC EAST: PROBLEMAS A CURTO E A LONGO PRAZO

A situação não está fácil para os quarterbacks da AFC East! Lesões, inconsistência e indefinição na posição estão afetando praticamente todos os times e preocupando os torcedores. Esses problemas na principal posição do time podem ser decisivos entre ir à pós-temporada ou ganhar uma escolha alta no draft.

Vamos analisar como cada time está em relação aos seus quarterbacks.

New York Jets

O Jets deve ser o time com a pior situação de quarterbacks da liga. Desde a saída de Ryan Fitzpatrick, que teve um dos piores anos da carreira na temporada passada, o time está com problemas em definir quem será seu QB 1.

A equipe trouxe Josh McCown, do Cleveland Browns, com a intenção de ser seu quarterback principal nesta temporada e ser um mentor para os outros dois QBs remanescentes. McCown, porém, não é uma solução a longo prazo, ele já tem 38 anos e este é o seu 7º time na liga em 15 anos de carreira. Mesmo depois de ter jogado apenas os primeiros snaps do primeiro jogo da pré-temporada, o veterano QB já foi garantido pelo técnico Todd Bowles como o titular do Jets na semana 1.

O problema continua em relação aos seus substitutos. Christian Hackenberg, promessa que foi draftada ano passado, começou os outros dois jogos na pré-temporada e não mostrou ainda para o que veio. Em 22 posses de bola, Hackenberg conseguiu converter apenas 9 pontos. No jogo contra o “vizinho” Giants, foram duas pick six só no primeiro tempo. Mesmo com o playbook simplificado, Hackenberg não conseguiu atender às expectativas.

Josh McCown, Bryce Petty e Christian Hackenberg: quem será o titular?

A situação do Jets é o exemplo do ditado “nada é tão ruim que não possa piorar”. Bryce Petty, o 3º QB, que vinha tendo o melhor desempenho no time, sofreu uma lesão no ligamento colateral medial do joelho no último drive do jogo contra o Giants. Petty, que chegou a ser titular em 4 jogos no ano passado, conseguiu alcançar o Giants depois de um déficit de 26 pontos deixado por Hackenberg. Ele conseguiu acertar 15 passes de 18 tentados somando 250 jardas e 3 touchdowns. Se não fosse a lesão, ele seria um sério candidato a ser o QB 2 ou até o titular.

Buffalo Bills

O quadro de quarterbacks parecia ter se estabilizado depois da renovação de contrato de Tyrod Taylor. Mas, uma jogada na partida contra o Baltimore Ravens na pré-temporada colocou o quarterback titular no protocolo de concussão da liga. O técnico Sean McDermott disse que não há muitas informações e que o protocolo está sendo seguido. Ou seja, Tyrod Taylor só volta a campo depois de liberado.

O quarterback reserva, T.J. Yates, também entrou no protocolo de concussão no mesmo jogo contra Baltimore. O que deixa o Bills com apenas um quarterback, o calouro Nathan Peterman. Com apenas Peterman disponível no elenco, o time contratou às pressas Keith Wenning para participar do jogo final da preseason, contra o Detroit Lions.

Nathan Peterman – de 3º QB a titular, ano passado teve um exemplo assim que se deu bem…

Com isso, McDermott tem dois problemas. O primeiro é fazer Wenning absorver o máximo possível do playbook num curto espaço de tempo. O segundo seria arriscar Peterman, pondo-o para jogar por mais tempo e correr o risco de perder o único quarterback saudável que sabe chamar suas jogadas.

Mesmo com atuações preocupantes, Tyrod Taylor era a escolha do para ser o titular sem sombra de dúvidas. O lado positivo é que ele ainda tem tempo para se recuperar e ser o titular da semana 1. Mas, por enquanto, o técnico do Bills tem uma dor de cabeça com a qual lidar.

Miami Dolphins

Os problemas de quarterback do Dolphins se iniciaram antes do training camp. Com a lesão de Ryan Tannehill, a preocupação tomou conta. O técnico Adam Gase chegou a declarar Matt Moore como o titular, mas Moore voltou para a reserva antes de pegar na bola, quando o time tirou Jay Cutler da aposentadoria. Isso gerou outras preocupações, dada a fama de Cutler em lançar interceptações.

Jay Cutler – tapa-buraco ou uma solução para este ano?

Por enquanto, Cutler parece não ter deixado o breve período de aposentadoria afetar seu jogo. Contra o Philadelphia Eagles, participou de cinco campanhas ofensivas e pareceu confortável no pocket. Ele conseguiu a fazer jogadas de longa distância, lançando para Kenny Stills. Cutler também lançou bolas para DeVante Parker numa jogada que terminou a apenas 2 jardas da endzone e terminou achando o TE Julius Thomas no canto da endzone. A sintonia parece existir, mas vai durar na temporada regular?

A torcida de Miami espera que esse Jay Cutler continue se apresentando em campo. Não aquele que lança interceptações.

New England Patriots

Se o Patriots não parece ter problemas com seu quarterback enquanto Tom Brady estiver saudável e jogando em alto nível, o problema pode se apresentar um pouco mais à frente. As perguntas “quando Tom Brady se aposentará?” e “quem vai substituí-lo à altura?” flutuam na mente dos torcedores do time de Boston há algum tempo. O fato de Brady ter recém completado 40 anos só enfatiza o receio dos fãs.

A curto prazo, Brady é o titular absoluto. Nem mesmo a perda de Julian Edelman deve afetar o alto rendimento que o time vem apresentado nas últimas temporadas e que culminou em dois Super Bowls em três anos.

Garoppolo pode estar se cansando de ficar no banco. Seu contrato de calouro está para acabar e o pouco que ele já mostrou em campo pode ser o possível para fazer times irem atrás para ser seu quarterback principal. A preocupação não é imediata, mas existe.

Brady e Garoppolo – o presente e o futuro? Até quando?

Todos os times temem ficar sem seu quarterback. O perigo real e imediato está no Jets e sua indecisão de designar quem vai liderar seu ataque. Se o Bills ficar sem Tyrod Taylor pelo protocolo de concussão, seus planos de reconstrução podem ir por água abaixo a partir da semana 1. O Miami Dolphins vai depender do desempenho de Jay Cutler, e esperar Ryan Tannehill voltar de sua lesão para mostrar que pode incomodar na divisão, claro. Enquanto isso, o New England Patriots provavelmente dominará a AFC East esperando o que o futuro lhe reservará.

<3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *