PRÉVIA WILDCARD NEW YORK GIANTS X GREEN BAY PACKERS

PRÉVIA WILDCARD NEW YORK GIANTS X GREEN BAY PACKERS

A rodada de jogos do wildcard encerra no domingo com um jogo da NFC que muitos dizem que será o mais apertado de todos, pela qualidade que os times mostraram na reta final da temporada regular. O New York Giants vai ao gélido Lambeau Field enfrentar o Green Bay Packers.

Este será o 61º encontro das equipes, o Packers tem uma leve vantagem com 32 vitórias e 26 derrotas, os times empataram em 2 ocasiões. Na última partida no Lambeau Field, que aconteceu num Sunday Night Football desta temporada no dia 09 de outubro, o Packers levou a melhor vencendo pelo placar de 23 a 16 quebrando uma sequência de 3 vitórias do Giants no Lambeau desde 2011, sendo que 2 dessas vitórias foram em playoffs, que levaram o time de Nova York ao Super Bowl: o NFC Championship Game em 2007 e o Divisional Round em 2011.

giants-packers
Se preparem para o frio!

Este ano, o New York Giants chega para este como um azarão, em jogos em que o time é o azarão nos playoffs o recorde é de 7 vitórias e apenas uma derrota. Quando é considerado o favorito, esse recorde muda para apenas uma vitória e 2 derrotas. O time tem sido um dos melhores jogando os playoffs fora de casa, desde 2007 são 5 vitórias consecutivas, mas nesta temporada, em jogos fora de casa o time está equilibrado com 4 vitórias e 4 derrotas.

O time, porém, tem tido problemas em vencer jogos com placares altos, os últimos 5 jogos tiveram placares que não alcançaram os 20 pontos e mesmo estando numa campanha vitoriosa, o QB Eli Manning vem tendo uma das piores temporadas da carreira, sua porcentagem de passes completos é de 63%, anotando 4.027 jardas (é a sexta vez na carreira que ele ultrapassa as 4000 jardas e é o recorde da franquia), com 26 touchdowns e 16 interceptações, realçando a sua fama entre os torcedores em geral, de que ele prefere lançar para os jogadores que não estejam usando o uniforme azul do Giants.

Boa parte do sucesso do Giants, mesmo com Manning lançando tantas interceptações, se dá ao ótimo trio de recebedores da equipe: Odell Beckham Jr., Victor Cruz e o novato Sterling Shepard. Beckham e Shepard, combinados, têm 2.050 jardas de recepção e 18 touchdowns. Beckham é o 3º melhor jogador no ranking da NFL com 101 recepções para 1.367 jardas e 10 touchdowns. Quando atingiu 288 recepções, ele empatou com Jarvis Landry do Miami Dolphins com o maior número de recepções em suas 3 primeiras temporadas. O calouro Shepard é o segundo entre os estreantes com 65 recepções para 683 jardas.

Sterling Shepard e Odell Beckham Jr
Sterling Shepard e Odell Beckham Jr

Quando jogaram na temporada regular contra o Packers, Manning tentou lançar para Beckham 12 vezes mas a secundaria do Packers fechou as rotas e o recebedor conseguiu pegar a bola apenas 5 vezes para 56 jardas, incluindo um touchdown nos minutos finais para tentar reduzir a diferença de 14 pontos que o Packers tinha de vantagem, Shepard conseguiu apenas 2 recepções para 14 jardas em 7 tentativas e Victor Cruz foi totalmente anulado nas 2 tentativas que teve.

Esta semana os recebedores foram alvo dos repórteres ao passarem a segunda-feira de folga em Miami, num iate, com algumas celebridades. Ao ser questionado, o técnico Ben McAdoo disse que não iria falar sobre a folga dos jogadores: “Eles apareceram na terça-feira prontos para trabalhar. Tiveram um bom dia de treino na quarta.” declarou McAdoo.

O ponto falho do ataque do Giants fica no jogo corrido. Apesar do RB Rashad Jennings estar apresentando a boa média de 3,3 jardas por carregada em 181 corridas para 593 jardas e 3 touchdowns, o restante do setor, com Paul Perkins e também por perder Shane Vereen em duas ocasiões por lesão no triceps, não se apresentou tão bem e colocou o time na 29ª posição da liga no jogo pelo chão.

Se no ano passado a defesa terminou em 30º na liga, permitindo cerca de 28 pontos por jogo, o Giants soube se reforçar na intertemporada e trouxe jogadores que estão fazendo diferença e agora, posicionam o time com a 2ª melhor defesa da NFL com a média de 17,8 pontos permitidos por jogo. O setor foi responsável por vencer o rival de divisão, Dallas Cowboys, duas vezes na temporada e ajudou a equipe a ter uma sequência de 5 vitórias limitando o calouro Ezekiel Elliott a 158 jardas em 44 carregadas nos 2 jogos. O time foi o único entre os 32 a não permitir 30 pontos num jogo, mesmo jogando contra times que fizeram altas pontuações durante a temporada.

Olivier Vernon - vem cá, menino, que eu vou lhe sacar.
Olivier Vernon – vem cá, menino, que eu vou lhe sacar.

A contratação de nomes como os linemen Damon Harrison e Olivier Vernon se provaram proveitosas, Vernon é líder do time com 8,5 sacks e Harrison tem 86 tackles anotados. O LB Jonathan Casillas também tem sido de grande auxilio com 96 tackles e todos têm ajudado o front seven a cobrir a ausência de Jason Pierre-Paul, que está fora por uma lesão na virilha. O pass Rush tem sido muito efetivo, anotando 8 sacks nos últimos 4 jogos e provavelmente vai correr atrás de Aaron Rodgers, exigindo que o QB use muito a sua habilidade com as pernas, tanto dentro quanto fora do pocket. O time é o 7º defendendo jardas por jogada e ficam em 10º em jardas por jogo.

A secundaria conta com bons jogadores cobrindo contra o passe. Os cornerbacks Janoris Jenkins, Dominique Rodgers-Cromartie e o calouro Eli Apple têm conseguido limitar os quarterbacks adversários a um rating de passe de 75,8 e permitindo 15 touchdowns. Janoris Jenkins pode ser limitado no jogo e está voltando após tratar de dores nas costas, mas deve ser o líder do time em campo. O CB Rodgers-Cromartie lidera o time com 6 interceptações e o safety Landon Collins tem sido considerado um candidato sério a jogador defensivo do ano, com 5 interceptações, 4 sacks e 125 tackles.

Quando Aaron Rodgers declarou em entrevista “We run the table” querendo dizer que estava com o controle da situação do Green Bay Packers e que iria levar o time aos playoffs muitos duvidaram, pois o time estava com mais derrotas do que vitórias, botando em dúvida a credibilidade de Rodgers e do técnico Mike McCarthy junto à torcida. Rodgers cumpriu sua promessa e o time está na sua 8ª pós temporada consecutiva, após 6 vitórias seguidas e o título da NFC Norte. Com Rodgers no comando do ataque de Green Bay o time tem 7 vitórias, incluindo o Super Bowl, e 6 derrotas.

O quarterback tem um recorde de 56 vitórias e 15 derrotas em casa e seu rating em 6, dos últimos 7, jogos é um sensacional 115,0, além dele não ter sido interceptado nenhuma vez em seus 223 passes recentes, anotando 8 touchdowns. Além disso, ele se tornou o primeiro jogador na história do time a ter 300 jardas e 4 passes para touchdown em 2 jogos seguidos. Rodgers também ultrapassou Brett Favre e agora, é o recordista do time com 6 temporadas com mais de 4000 jardas aéreas (foram 4.428 jardas, com 65,7% de acerto, 40 touchdowns e 7 interceptações durante a temporada).

Quando jogou contra o Giants em outubro, o quarterback teve uma de suas piores atuações da temporada, mesmo saindo com a vitória de 23 a 16, ele foi interceptado em 2 ocasiões e teve o seu pior rating, 65,0, em dois anos.

Rodgers não conseguiu seu sucesso sozinho, assim como Eli Manning tem seu trio de recebedores. Ele conta com Jordy Nelson, Davante Adams e Geronimo Allison para receber seus passes. Nelson é o preferido de Rodgers, seu posicionamento em rotas e seu atleticismo em pegar bolas difíceis o fazem líder da NFL em touchdowns com 14 marcados e ele é o sexto da liga com 1257 jardas em 97 recepções. Adams também tem auxiliado muito o time com suas 997 jardas em 75 recepções e seus 12 touchdowns. Nos 2 últimos jogos, Geronimo Allison tem se mostrado uma boa surpresa, tanto na semana 16 quanto na 17 ele apresentou bons números, combinando ele tem 8 recepções para 157 jardas e um touchdown contra o Detroit Lions.

Davante Adams
Davante Adams

Se no começo da temporada o jogo corrido sofreu, principalmente após perder Eddie Lacy com uma lesão no tornozelo, que precisou de cirurgia e o tirou da temporada, o ataque terrestre ajustou com Ty Montgomery (o WR que virou RB), Aaron Ripkowski e Christine Michael que veio para o time após ser dispensado pelo Seattle Seahawks. Montgomery pode ser considerado o fator revigorante do setor, nos últimos 4 jogos ele tem 4 touchdowns, além dele também auxiliar recebendo passes. Ripkowski e Michael, combinados, têm 264 jardas em 65 corridas e 3 touchdowns. E não podemos deixar de lado o próprio Aaron Rodgers, que é o maior pontuador do time correndo, com 4 TDs.

A defesa é a penúltima da liga em jardas permitidas por passe, com a média de 269,2 jardas por jogo, com recebedores talentosos como Beckham e Shepard do outro lado, isso pode ser preocupante, mas mesmo assim, durante a temporada, o DC Dom Capers conseguiu segurar o Giants e Eli Manning, fazendo com que ele acertasse 18 de 35 passes e anotasse 195 passes, permitindo um touchdown apenas no “garbage time”, quando o Packers vencia por 23 a 16 e mesmo sem estar com seus principais cornerbacks Sam Shields e Damarious Randall para cobrir os passes de Manning. Algo que pode ajudar são as roubadas de bola, a equipe é a 4ª colocada da liga com 17 interceptações. Randall deve voltar a jogar mesmo após machucar o joelho no jogo contra o Lions e após Quinten Rollins sofrer uma lesão no pescoço e entrar no protocolo de concussão, no decorrer da semana não houve alterações no seu status e ele deve ficar fora do jogo. Caso Randall ainda não fique disponível, o time ainda conta com LaDarius Gunter e Micah Hyde como substitutos. O safety Ha-Ha Clinton Dix, lidera o time com 5 interceptações.

No pass rush, o lendário LB Julius Peppers será de grande auxilio, ele é o 5° melhor jogador da liga desde 1982 com 143,5 sacks anotados, fora de ser o único jogador da NFL com pelo menos 100 sacks e 10 interceptações. Mas o líder de sacks do time é o LB Nick Perry, que tem 11 e não podemos deixar de lado o “diabo loiro” Clay Matthews, que fez falta na liderança do time em campo quando perdeu jogos por lesão e que tem 5 sacks ao longo da temporada.

Julius Peppers -pimenta no dos outros, né?
Julius Peppers -pimenta no dos outros, né?

O tempo frio da “Frozen Tundra” de Green Bay pode ser um fator influenciador, mas com dois quarterbacks que mostram o melhor do seu jogo na pós-temporada, deve vencer o time que fizer menos erros e souber explorar as brechas do adversário. Bom jogo a todos!!

[icon name=”heart” class=”” unprefixed_class=””]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *