PRÉVIA WILD CARD NFC: ATLANTA FALCONS AT LOS ANGELES RAMS

PRÉVIA WILD CARD NFC: ATLANTA FALCONS AT LOS ANGELES RAMS

Quando se acaba uma temporada com o recorde 4-12 e, no ano seguinte, a equipe fica 11-5, não dá pra ser muito mais exigente, certo? Errado. Essa é a exata situação do Los Angeles Rams, seed 3 da NFC. A equipe recebe o Atlanta Falcons no wildcard deste sábado, às 23h15. Na verdade, esse jogo vale muito pro Rams. Vou explicar tudo isso, siga por aqui na prévia de Atlanta Falcons at Los Angeles Rams.

Los Angeles Rams

O Rams é liderado pelo segundo anista Jared Goff e, principalmente, pelo head coach mais jovem da Era Moderna da NFL, Sean McVay (forte candidato a Técnico do Ano, diga-se de passagem). McVay transformou a equipe! O destaque vai para o ataque que mais pontuou na temporada, com média de 29,9 pontos por jogo. Mesmo com uma campanha muito forte, o time encontrou dificuldades em encher seu estádio desde a realocação. E isso se converteu em resultados: das cinco derrotas em 2017, quatro foram diante do torcedor.

Esse vai ser o primeiro jogo de playoffs em casa do Rams desde 1984 (contando aí a mudança para St. Louis e o retorno à LA). Porém, não se sabe dizer o quanto isso vai ser decisivo, ainda mais se formos considerar que em playoffs tudo pode acontecer.

Esse momento é crucial para que o Rams mostre aos moradores de LA e região que existe um time vitorioso para apoiar. É cedo falar que uma partida pode transformar os rumos de uma franquia. Ainda mais se considerarmos que o Rams já está com planos concretos de construir seu estádio. Mas esse jogo vai além da temporada 2017 e do Super Bowl LII, com certeza. Ainda mais se pensarmos que tem outra equipe por aí buscando os holofotes (alô, Chargers).

Atlanta Falcons at Los Angeles Rams

Quem segura o Rams?

Um fator que pode atrapalhar na busca de glórias do Rams é sua inexperiência, algo compreensível de uma franquia que está em renovação de elenco e lugar. Sean McVay já quebrou um recorde ao ser o técnico mais jovem a comandar uma equipe. Mas será que esta pode ser uma influência negativa?

Ainda tem o fato levemente preocupante de que Jared Goff está em seu segundo ano na Liga. Quando o jovem QB teve que assumir a responsa para avançar em campo, deu pra ver que pode cometer erros brutais. A força fantástica da equipe é claramente de Todd Gurley, que está tendo uma temporada digna de Hall da Fama. O RB ultrapassou as duas mil jardas (correndo e recebendo) e anotou 19 TDs até o momento.

Já se sabe por onde o Rams virá. A pergunta que faço é: o que vai acontecer se o Falcons abrir vantagem no placar e Goff precisar soltar o braço?

Atlanta Falcons

O Falcons tem algumas vantagens que podem fazer diferença. Ter vindo da divisão mais dura e competitiva no ano e que trouxe três equipes aos playoffs ajuda muito. Além da recente temporada de 2016 que culminou em seu QB sendo o MVP e em uma derrota amarga no Super Bowl (todo mundo sabe o que significa 28-3 no vocabulário do futebol americano).

Por outro lado, a equipe tem sido inconsistente no ano. Steve Sarkisian, o novo coordenador ofensivo (Kyle Shanahan está feliz da vida com o novo em folha Jimmy Garoppolo em seu colo), pouco ajudou um ataque com praticamente as mesmas peças. Algumas chamadas duvidosas renderam um início de temporada complicado ao Falcons. A franquia conta com o duo de potência terrestre Devonta Freeman-Tevin Coleman e, no ar, um dos melhores recebedores da liga, Julio Jones. Porém, a equipe foi se reencontrando e, apesar de não ser o mesmo ataque que destruiu a NFL em 2016, o Falcons vai bem, obrigada.

Atlanta Falcons at Los Angeles Rams

O Falcons consegue chegar lá de novo?

De uma temporada para outra, vale ressaltar que o Falcons ajustou sua defesa e a deixou em equilíbrio com seu ataque. No setor defensivo, a equipe terminou 2017 no TOP 9, com 318.4 jardas cedidas por jogo. Se em 2016 ela era a oitava pior, hoje é a nona melhor.

Eu não ousaria dizer que o Falcons é mais perigoso em 2017/18 que em 2016/17, porque simplesmente não acredito que seja verdade. Mas, que uma vitória de Matt Ryan e companhia é possível, eu diria que é inclusive acreditável.

Retrospecto Atlanta Falcons at Los Angeles Rams

Em playoffs, quase não tem. A única partida entre Rams e Falcons na pós-temporada foi no dia 15 de janeiro de 2005, válida pelo Divisional Round. Na ocasião, o placar foi de 47 a 17 para o Falcons. O Super Bowl desse ano foi entre Patriots e Eagles, com vitória de New England.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *