PRÉVIA THURSDAY NIGHT FOOTBALL – NEW YORK GIANTS X WASHINGTON REDSKINS

PRÉVIA THURSDAY NIGHT FOOTBALL – NEW YORK GIANTS X WASHINGTON REDSKINS

Chegamos à semana 12 da NFL e a tristeza do fim da temporada vai chegando cada vez mais perto. Mas antes disso, ainda temos cinco semanas de jogos pela frente. E esta semana começa especial com o “Thanksgiving”, o dia de ação de graças. Os americanos se reúnem com suas famílias e, além de um grande jantar com peru, uma das maiores tradições é passar o dia assistindo ao futebol americano. E a noite de Ação de Graças terminará com um duelo de divisão da NFC East. Assistam a New York Giants x Washington Redskins, encerrando uma “overdose” de NFL para agradecer!

Gigante adormecido

O New York Giants tem sido a surpresa negativa da temporada, o time que parecia ser um dos times mais promissores antes, assustou a todos com uma sequência de derrotas, perdendo até para o San Francisco 49ers, que não tinha nenhuma vitória até então. Por isso, a vitória contra o Kansas City, na última rodada, acabou surpreendendo positivamente.

Ainda assim, o técnico Ben McAdoo está com o cargo ameaçado. Muito se especula  quanto ao técnico ter perdido a confiança dos jogadores, que estariam trabalhando para derrubá-lo. Ainda assim, os proprietários e o General Manager do time garantiram a permanência de McAdoo até o fim da temporada.

Perder um recebedor é ruim, dois é pior ainda

Depois de perder Odell Beckham Jr e Brandon Marshall, Eli Manning vem, aos poucos, encontrando recebedores para seus passes. O novato TE Evan Engram virou um dos seus alvos favoritos. Ele já marcou na temporada 452 jardas em 41 recepções e 5 touchdowns. Um dos WRs experientes do time, Sterling Shepard, não jogou algumas partidas por um lesão no tornozelo e também jogou contra o Chiefs com dores de cabeça. Uma das opções, pode ser Roger Lewis, que fez uma recepção incrível, permitindo que o Giants chutasse o field goal da vitória na prorrogação contra o Chiefs.

Sem os 2 principais recebedores do Giants, os CBs do Redskins, Kendall Fuller e Bashaud Breeland se posicionarão conforme o técnico Jay Gruden entender adequado. Sem OBJ, Josh Norman não terá um dos seus confrontos favoritos. Caso Sterling Shepard entre em campo, ele terá Norman no seu encalço, que já tem 5 passes defletidos e 2 fumbles forçados na temporada.

Um problema contínuo

Desde o ano passado, o jogo corrido do Giants é um dos problemas do ataque de Ben McAdoo. Com a média de 92 jardas por jogo, o Giants pena na 26ª posição em jardas corridas da Liga. O líder do time é Orleans Darkwa, com 101 corridas para 489 jardas e 2 touchdowns. O calouro Wayne Gallman, não entrou na endzone ainda e tem 223 jardas anotadas em 54 corridas.

A defesa terrestre do Redskins está em 19º na Liga. Um dos destaques é o LB Ryan Kerrigan, que em 3 jogos em casa contra o Giants, anotou um sack em cada partida. Ele lidera o time com 7 sacks nessa temporada. Também poderemos vê-lo tentando anular o TE Engram. Outro destaque é o também LB Zach Brown, liderando a Liga com 101 tackles. Esta é a sua segunda temporada seguida com 100 ou mais tackles anotados.

Com o recorde 4-6, o Washington Redskins é um daqueles times que poderia estar melhor na tabela se soubesse controlar a posse de bola no último quarto. Um exemplo disso, é o empate que o time permitiu ao New Orleans Saints quando liderava por 15 pontos a 6 minutos do fim do jogo. O Saints empatou a partida e terminou vencendo na prorrogação com um field goal.

A defesa também é um grande problema, em 4 dos seus últimos 5 jogos, ela permitiu que os adversários marcassem 30 ou mais pontos.

Se o time ainda tem aspirações de chegar à pós temporada, precisa aproveitar a tabela. Se conseguir vencer todos seus jogos, cujos adversários estão todos com campanhas negativas, a partir de agora, o time pode pensar em participar dos playoffs.

Confiança e pontaria apesar das derrotas

Kirk Cousins tem conseguido levar o time através do campo, ele é o 3º melhor QB da Liga com 2.796 jardas, 17 touchdowns e 5 interceptações. Com a média de 256,8 jardas por jogo, o time é o 7º da Liga no jogo aéreo.

Depois de perder Terrelle Pryor, que operou o tornozelo, Cousins precisou lançar para outros recebedores e tem obtido sucesso. O WRs Jamison Crowder e Josh Doctson combinam para 720 jardas e Doctson tem 3 touchdowns anotados. No jogo contra o Saints, Cousins achou o WR Ryan Grant, livre para entrar na endzone depois de um passe de 40 jardas. Ele já tem 3 touchdowns anotados nesse ano.

E não é apenas para os WRs que Kirk Cousins arremessa, os TEs e RBs também recebem a sua parte. Depois do time perder Jordan Reed por lesão, Cousins passou a lançar para o experiente TE Vernon Davis, que lidera o time com 527 jardas e um touchdown. Entre os RBs, Chris Thompson vinha liderando o time em recepções e já havia anotado 4 touchdowns aéreos, mas uma fratura na perna na partida contra o Saints o tirou de ação para o restante da temporada.

A secundária do Giants foi uma das surpresas da partida contra o Chiefs. Mesmo sendo a mesma defesa que permitiu que o Los Angeles Rams anotasse 51 pontos, ela conseguiu interceptar Alex Smith 2 vezes e Travis Kelce numa trick play. Tanto o CB Janoris Jenkins e o S Landon Collins foram destaques. Jenkins conseguiu uma interceptação e um passe defletido. Já Collins, também interceptou um passe e anotou 14 tackles, o melhor número da sua carreira.

De terceiro reserva para titular

Com as lesões de Chris Thompson e Rob Kelley (tornozelo), o calouro Samaje Perrine assumiu a responsabilidade de ser o RB titular do Redskins. Contra o Saints, ele conseguiu 117 jardas, sua primeira performance acima de 100 jardas na carreira. Ele está com uma lesão em um dos dedos da mão e isso pode afetar como ele protege a bola.

E é bem possível que ele consiga repetir os 3 dígitos correndo, ele enfrentará a 30ª defesa terrestre da Liga. Mesmo com um front seven considerado poderoso, liderado por Jason Pierre-Paul, Olivier Vernon, Damon Harrison, o time tem permitido jogadas corridas que ultrapassam as 10 jardas. Nessa temporada foram 36 no total e 11 delas foram verdadeiras big plays passando das 20 jardas. Porém, contra o Chiefs ela teve um “lampejo do passado” ao segurar Kareem Hunt para apenas 73 jardas em 18 carregadas.

Uma oportunidade para a defesa surge na linha ofensiva, o Redskins estará com o seu terceiro Center na temporada. Tony Bergstrom entra em campo após ser cortado do Baltimore Ravens em outubro. Aproveitar essa brecha, pode fazer o Giants aumentar seu número de sacks, que até agora é de 14.

New York Giants x Washington Redskins: o que esperar

O controle do relógio e da posse de bola pode ser o caminho da vitória para os 2 times. Os turnovers também podem ser um diferencial. Aproveitem a quinta-feira para agradecer por todos os jogos que temos a oportunidade de assistir e aproveitem, pois falta um pouco mais de um mês para o fim da temporada regular! Bom jogo a todos!

<3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *