PRÉVIA MNF: ATLANTA FALCONS @ SEATTLE SEAHAWKS

PRÉVIA MNF: ATLANTA FALCONS @ SEATTLE SEAHAWKS

Para fechar a semana 11 da NFL, um jogo emocionante de dois times da NFC: Atlanta Falcons @ Seattle Seahawks. São equipes que foram à pós-temporada ano passado, inclusive a última partida entre ambas foi justamente em 2017 (no Divisional round). Porém, nem Falcons (5-4) nem Seahawks (6-3) estão tão fortes em 2017.

A equipe representante da NFC no último Super Bowl não tem o mesmo ataque potente pelo qual ficou conhecida. Por outro lado, a Legion of Boom tem tido muitos problemas com lesão. Se a temporada terminasse hoje, Atlanta estaria longe dos playoffs e Seattle beliscaria uma vaga no wild card, cenário muito diferente de 2016. Vamos à prévia do jogo para ver quem ainda pode seguir acreditando em 2017.

Nas estatísticas, um empate técnico

Se formos analisar os dados da temporada, Atlanta e Seattle estão com números muito parecidos. Por exemplo: as jardas totais por jogo de cada equipe são 368 e 368.4, respectivamente. No jogo terrestre, os números mostram que há vantagem de Atlanta, muito por conta de dupla de fogo Devonta Freeman e Tevin Coleman. No Seahawks, o problema com corredores é tamanho que Russell Wilson é o líder da equipe.

Atlanta Falcons @ Seattle Seahawks
Comparação ofensiva na temporada

Apesar de Julio Jones ser um dos melhores recebedores da liga, no jogo aéreo é a vez do Seahawks estar melhor. Isso se reflete também no trabalho terrestre, obviamente. Esses números indicam alguns fatores que poderemos ver no jogo. Mas não necessariamente, visto que Devonta Freeman está fora por concussão e que Kam Chancellor (o último dos lesionados do Seahawks) não estará na secundária amedrontando Matt Ryan, por exemplo.

Atlanta Falcons @ Seattle Seahawks
Comparação defensiva na temporada

No papel, a defesa do Falcons parece menos forte, cedendo mais first downs e pontos por jogo. Também conseguimos ver nas estatísticas que a secundária de Seattle teoricamente é mais fraca e que Atlanta tem menos eficácia em conter o jogo corrido. Porém, devemos levar em consideração fatos que não aparecem, como Atlanta ter enfrentado cinco equipes de recorde positivo e Seattle seis de recorde negativo.

Com certeza, as lesões fazem diferença. São muitos jogadores de cada equipe que já desfalcaram o time ou já não podem mais entrar em campo. Do lado do Seahawks, já ficaram fora de pelo menos uma partida Earl Thomas (safety), Richard Sherman (cornerback) e Kam Chancellor (strong safety), além do DE Cliff Avril. No Falcons, fazendo jus às estatísticas mais fracas de meio da defesa, os linebackers não conseguem ficar saudáveis. São quatro que já perderam jogos no ano: Riley Duke, Jordan Tripp, Jermaine Grace e Vic Beasley.

Líderes individuais

Como já foi mencionado aqui, Russell Wilson tem participado de praticamente todo o ataque do Seahawks: além de passar a bola, é o líder de corridas (são 51 tentativas para 290 jardas e um TD). Vale lembrar que a OL da equipe tem tido muitos problemas e isso também se reflete nas lesões que todos os RBs do Hawks sofreram no ano.

Na defesa, Bobby Wagner é o líder em tackles (84 totais). Em sacks, Michael Bennett tem 6.5. Tanto Richard Sherman quanto Earl Thomas têm duas interceptações, liderando a franquia.

Pelo lado do Falcons, quem se destaca é Julio Jones. O receiver tem o dobro de jardas que o segundo melhor recebedor da equipe, Mohamed Sanu (715 para 354). O líder de TDs da equipe é Devonta Freeman (que não joga). Então, será interessante prestar atenção em Tevin Coleman, que irá liderar a linha de scrimmage pela primeira vez na carreira. E Matt Ryan? Não é o mesmo do ano passado.

Na defesa: Deion Jones tem 75 tackles combinados, Adrian Clayborn soma oito sacks (sete deles engolindo Dak Prescott semana passada). E tanto Deion Jones quanto Desmond Trufant somam uma interceptação cada.

Atlanta Falcons @ Seattle Seahawks: Pílulas do confronto

  • O Seattle Seahawks é um bom mandante e o Atlanta Falcons um bom desafiante. São três vitórias e uma derrota para o Hawks no CenturyLink Field e três vitórias e duas derrotas de Atlanta fora de casa em 2017;
  • Levando em conta o histórico de confrontos, nas 17 partidas entre as equipes, Seattle vence a série por 10 a 7. Jogando em casa, são cinco vitórias e três derrotas;
  • Entre os QBs, Wilson está na oitava posição em jardas aéreas e Ryan está em nono. São 2.543 jardas e 19 TDs para Wilson e 2.372 jardas e 13 TDs para o MVP de 2016;
  • O saldo de turnovers de Seattle é +6. O de Atlanta é -3. Não perder a bola pode ser a chave da partida;
  • O Falcons está em terceiro na NFL South (atrás de New Orleans e Carolina). Se quiser ter chances na divisão (está 0-1), precisa vencer;
  • Para o Hawks, a vitória significa roubar a liderança da NFC West do Los Angeles Rams, que foi apagado pelo Vikings. Na divisão, está 3-0 (ganhou do Rams fora de casa).

Bom jogo! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *