PRÉVIA DA SEMANA 16 DA NFL – JOGOS DECISIVOS DO FIM DE SEMANA

PRÉVIA DA SEMANA 16 DA NFL – JOGOS DECISIVOS DO FIM DE SEMANA

Como não teremos o Sunday Night Football nessa noite de véspera de Natal, faremos a prévia da Semana 16 da NFL com resenhas menores (mas não menos detalhadas) dos jogos da rodada. Falaremos dos jogos que têm influência direta nas vagas para a pós-temporada. Temos times brigando pela liderança da divisão e outros querendo a vantagem de jogar em casa. E, no meio disso tudo, tem time que quer só estragar a festa do adversário porque já está eliminado. Vamos aos jogos!

Minnesota Vikings x Green Bay Packers

Sem mais chances de se classificar para a pós temporada, a tarefa do Green Bay Packers vai ser dar trabalho ao rival de divisão. Caso o Vikings vença, o time garante a folga na primeira semana dos playoffs.

Com Aaron Rodgers de volta à injury reserve, Brett Hundley novamente chamará as jogadas para o Packers. Ele precisa provar que pode jogar bem em casa. Nas quatro partidas disputadas no Lambeau Field, teve uma média de 131 jardas de passe. Não anotou nenhum touchdown e teve cinco interceptações. Ele já conheceu o Vikings nessa temporada e não tem boas lembranças. Foi sacado quatro vezes e teve três passes interceptados.

O time também terá o desfalque de Davante Adams, no protocolo de concussão após uma pancada no último jogo contra o Panthers. Assim, Hundley perde seu maior alvo da temporada, devendo lançar para Randall Cobb e Jordy Nelson. No jogo corrido, Aaron Jones e Jamaal Williams serão os principais carregadores da bola.

Prévia da Semana 16 da NFL
Brett Hundley está de volta como titular do Green Bay Packers (Foto: MARK HOFFMAN/MHOFFMAN@JOURNALSENTINEL.COM)

A defesa também pode estar desfalcada. Os LBs Nick Perry e Clay Matthews são dúvida para a partida por lesões no tornozelo e ombro, e na musculatura posterior da coxa respectivamente. O destaque dentro de campo é a secundária. Os safeties Ha Ha Clinton-Dix, Morgan Burnett e Josh Jones combinam para quatro interceptações, dois sacks, um fumble forçado e nenhum fumble recuperado.

Para garantir a vitória na casa do adversário e a folga nos playoffs, o Vikings não vai tirar o pé do acelerador para manter o ritmo que trouxe 11 vitórias e apenas 3 derrotas. O QB Case Keenum vem liderando o time de maneira surpreendente, tendo 20 touchdowns para apenas 9 interceptações na temporada. Números tão bons colocam o Vikings como um ataque top 10 da NFL, com opções aéreas como Adam Thielen (WR) e Kyle Rudolph (TE).

Prévia da Semana 16 da NFL
Case Keenum mais uma vez quer passar pelo Green Bay Packers.

O jogo corrido também é forte no Vikings. A dupla Jerrick McKinnon e Latavius Murray conseguiu suprir a falta do calouro Dalvin Cook, combinando para 1.652 jardas e 9 touchdowns. Além disso, também atuam como ameaça pelo ar, com McKinnon tendo dois touchdowns de recepção.

A defesa se firmou como uma das melhores da Liga. O front seven é o segundo melhor em permitir jardas. O líder em tackles é o LB Eric Kendricks, enquanto os DEs Everson Griffen e Danielle Hunter fazem o pass rush pelas pontas. Griffen tem 13 sacks e Hunter tem 7. Na secundária, Xavier Rhodes vem fazendo um bom trabalho na cobertura, permitindo apenas 1,04 jarda por snap. Ele deve ficar encarregado por Jordy Nelson.

Atlanta Falcons x New Orleans Saints

Os dois rivais da NFC South vão lutar para garantir seu espaço na pós temporada. Quem vencer garante o título da divisão, devendo ainda torcer para o Carolina Panthers perder essa semana.

Apesar das três interceptações, Matt Ryan conseguiu vencer o Buccaneers, mantendo-se vivo na corrida. Mesmo sem os excelentes números da temporada passada, o QB continua mantendo um bom nível de jogo com 18 touchdowns e 11 interceptações.

Prévia da Semana 16 da NFL
Julio Jones continua bom, mas poderia estar melhor (Foto: reprodução)

Julio Jones continua sendo o principal WR do time, mas já alternou atuações muito boas com jogos onde foi anulado. Até agora, são 1.215 jardas anotadas, mas só tem três touchdowns. Ryan também deve distribuir seus passes para Mohamed Sanu, Austin Hooper e Taylor Gabriel.

O RB Devonta Freeman tem sido o principal nome do jogo corrido. Contra o Buccaneers foram 126 jardas e um touchdown. Ele também ajuda a desafogar o ataque recebendo passes de Matt Ryan e ganhando jardas após a recepção.

Por outro lado, Tevin Coleman está no protocolo de concussão e pode ser dúvida para a partida.

A defesa continua entre as 10 melhores da NFL, mas em algumas vezes tem tido problemas em segurar a vitória. Um exemplo claro disso foi no jogo contra o Bucs, quando permitiu que o time chegasse perto do placar.

O LB Deion Jones deve ficar a cargo de segurar Mark Ingram. Quando se enfrentaram na semana 14, Jones parou as corridas de Ingram em 7 das 12 tentativas. Para o jovem calouro Alvin Kamara, a tarefa será de Keanu Neal. De acordo com o Pro Football Focus (PFF), ele é o 20° (entre 86) safety em parar corridas. No pass rush, Adrian Clayborn fará a pressão em Drew Brees. Ele lidera o time com 9,5 sacks.

Já o New Orleans Saints surge como uma surpresa depois de um 2016 trágico. Drew Brees continua mandando seus passes com precisão, principalmente para Michael Thomas. O duo já combina para 1085 jardas e 5 touchdowns. Mas Thomas não é o único alvo: os WRs Ted Ginn e Brandon Coleman têm 3 touchdowns cada.

Prévia da Semana 16 da NFL
Alvin Kamara foi selecionado junto com Mark Ingram para o Pro Bowl, mas ele quer o Super Bowl (Foto: Sean Gardner/Getty Images)

Além de Brees, o sucesso do Saints passa pela dupla do jogo terrestre, Mark Ingram e Alvin Kamara. A dupla foi a primeira de um time a ser escolhida para o Pro Bowl em 42 anos. Eles combinam para 1.697 jardas corridas, Ingram com 11 touchdowns corridos e Kamara, 7. Além disso, eles também ajudam Drew Brees a liderar o melhor ataque da NFL com a média de 401,5 jardas totais recebendo passes. Nesse quesito Kamara é o mais acionado, com 5 touchdowns.

Depois de derrubar o time no ano passado, mesmo com Drew Brees pontuando muito, a defesa se reforçou no draft e na free agency. O destaque é o calouro CB Marshon Lattimore, que lidera com quatro interceptações. No front seven, o DE Cameron Jordan é o melhor defensor vindo por fora segundo o PFF. Além de liderar o time com dez sacks, ele também é muito eficiente no bloqueio de passes.

Seattle Seahawks x Dallas Cowboys

Mais um jogo decisivo, no qual a vitória de um significa a queda do outro. Para a felicidade de todos em Dallas, Ezekiel Elliott estará de volta da sua suspensão. Além disso, o time enfrentará uma defesa que está sofrendo com a perda de seus principais jogadores para lesões.

Aos trancos e barrancos, é assim que o Seattle Seahawks tem jogado essa temporada. Em um jogo o time vence o Philadelphia Eagles, uma das forças da temporada, por 24 a 10. Duas semanas depois, é atropelado em casa pelo Los Angeles Rams por 42 a 7.

Com uma linha ofensiva falha na proteção e um jogo corrido que não lembra em nada a força de anos anteriores, Russell Wilson é praticamente todo o ataque do Seahawks. Além de lançar para 3.669 jardas e 30 touchdowns, ele também é o líder do jogo corrido com 521 jardas e 3 touchdowns anotados.

Prévia da Semana 16 da NFL
“Sou eu que tenho que fazer tudo por aqui!”, grita Russell Wilson (Foto: reprodução)

O seu grande número de touchdowns é distribuído entre vários jogadores do Seahawks. Jimmy Graham lidera o time com nove enquanto Doug Baldwin lidera em recepções (67) e jardas, com 886. Outro alvo muito procurado é o WR Paul Richardson, com seis touchdowns. Mesmo recebendo muitas jardas (523), Tyler Lockett não tem entrado tanto na endzone. Ele soma apenas dois touchdowns na temporada.

O RB Mike Davis é quem tem ajudado Russell Wilson no jogo corrido nas últimas partidas. Contra o Rams, conseguiu forçar dois tackles perdidos. Foi o seu 3º jogo seguido com dois ou mais tackles perdidos.

Depois de perder Richard Sherman, Cliff Avril e Kam Chancellor por toda a temporada, a famigerada “Legion of Boom” já não causa mais tanto medo. Bobby Wagner, também lesionado, ainda é dúvida para jogo. Um alívio para a defesa é a saída de KJ Wright do protocolo de concussão e sua volta ao front seven. Qualquer ajuda é bem-vinda nessa defesa que permitiu 72 pontos nos dois últimos jogos.

A volta do monstrinho

Com um aproveitamento de 50% durante a suspensão de Ezekiel Elliott, o Dallas Cowboys comemora a volta do RB. Vindo com uma sequência de três vitórias consistentes, a equipe segue viva na briga pela pós temporada. A vitória sobre o Oakland Raiders por 20-17 só aconteceu por causa do tackle de Jeff Heath em Derek Carr causando um fumble enquanto Carr corria para a endzone.

Dak Prescott não foi exatamente preciso nesse último jogo. Mesmo lançando para 212 jardas em 18 passes, ele precisou correr para anotar um touchdown e foi interceptado duas vezes. Prescott também progrediu no campo graças às 14 faltas do Raiders. Elas permitiram um avanço total de 100 (!) jardas.

Prévia da Semana 16 da NFL
A esperança dos playoffs volta junto com Ezekiel Elliott(Foto: reprodução)

O técnico Jason Garrett deve aproveitar a inconstância da defesa do Seahawks e a volta de Elliott para colocá-lo em jogo o maior número de vezes possível. Mesmo suspenso, ele se manteve como o sexto melhor RB no ranking do PFF. Provavelmente veremos poucos dos RBs reservas, Alfred Morris e Rod Smith, que fizeram um bom trabalho substituindo Elliott.

A defesa também está enfrentando seus problemas com lesões. O DE DeMarcus Lawrence, que tem 13,5 sacks, está questionável por problemas nas costas. Ele também auxilia contra as corridas, com 41 tackles. Seis deles são para perda de jardas.

Na outra ponta, o DE David Irving continua está no protocolo de concussão. Irving perdeu os dois últimos jogos e possivelmente ficará fora de mais um. O CB Orlando Scandrick ainda sente dores de duas fraturas nas costas, mas treinou de forma limitada durante a semana. Ficará a cargo do LB Sean Lee liderar a defesa. Ele também é o líder do time com 80 tackles, apesar de ter perdido vários jogos no ano.

Aguardem por jogos disputados. Qualquer erro pode ser a diferença entre estar em campo ou começar as férias mais cedo. Vamos ver quem foi um bom time esse ano e vai ganhar um presente do Papai Noel! Feliz Natal e bons jogos a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *