PREVIA AFC CHAMPIONSHIP GAME – JACKSONVILLE JAGUARS X NEW ENGLAND PATRIOTS

PREVIA AFC CHAMPIONSHIP GAME – JACKSONVILLE JAGUARS X NEW ENGLAND PATRIOTS

Fevereiro está chegando! Mas antes de ficarmos tristes com o fim da temporada no apito final do Super Bowl ainda precisamos saber quem vai disputá-lo. E vai ser nesse domingo que vamos conhecer os finalistas para o grande jogo. Para a AFC teremos um confronto entre a grande surpresa da temporada e o time que não é surpresa pra ninguém. Na gelada Foxborough veremos Jacksonville Jaguars x New England Patriots disputando o Troféu Lamar Hunt e a ida para Minnesota!

Voltando depois de muito tempo

O Jacksonville Jaguars não sabe o que é participar de uma final de conferência desde 1999. Pelo contrário, nos últimos 10 anos, a equipe sempre esteve no top 10 das escolhas do draft e era o atual motivo de risada da NFL (ao lado do Cleveland Browns). Esse ano foi diferente e o Jaguars está a um jogo de voltar ao Super Bowl.

E o time de Jacksonville fez por merecer essa vaga na final de conferência. Foi o 5º maior pontuador da Liga na temporada regular com 26,1 pontos por jogo. E isso aconteceu tanto pelo ataque aéreo quanto pelo ataque terrestre. Foi essa combinação que levou o Jacksonville à vitória sobre o Pittsburgh Steelers no Divisonal Round na casa do Steelers.

Blake Bortles?

O técnico Doug Marrone e o coordenador ofensivo Nathaniel Hackett conseguiram tirar o melhor de Blake Bortles nessa temporada. Tendo ciência de que ele tem suas deficiências no passe (foram 13 interceptações na temporada regular), o playbook foi baseado no play-action. Principalmente nas primeiras descidas, fazendo de Bortles um quarterback eficiente. Foi assim que ele conseguiu abrir uma vantagem de 14 pontos sobre o Steelers.

Jacksonville Jaguars x New England Patriots
Blake Bortles está a um jogo de descobrir se existe “garbage time” no Super Bowl (Foto: Stacy Revere/Getty Images)

Ao fingir que dará a bola para corrida, ele consegue dividir a defesa e achar um recebedor livre. Assim como aconteceu quando ele achou o FB Tommy Bonahon isolado na endzone para um touchdown.

Mas Bortles tem recebedores que também ajudam muito e ele tem distribuído os passes de maneira efetiva. Mesmo que sejam em passes curtos, ele tem achado seus alvos que conseguem jardas. Destaque para Marqise Lee e o calouro Dede Westbrook. O veterano WR Allen Hurns pode surgir, mas como ele perdeu algumas partidas por lesão não se deve contar totalmente com ele.

Renovando o jogo corrido

Mas o maior triunfo do Jaguars vem mesmo do jogo corrido. O calouro Leonard Fournette trouxe uma renovação para o ataque e o Jaguars foi o primeiro time da NFL correndo com 141,4 jardas por partida. Ele assustou os torcedores ao sair sentindo o tornozelo durante a partida contra o Steelers e ainda está como questionável para a partida. Fournette também esteve envolvido em um acidente de carro durante a semana, mas não houve nada grave. Junto com ele, T.J. Yeldon também tem tido uma boa participação em campo e já tem 2 touchdowns na pós temporada.

De pior a melhor defesa

Algo que chamou a atenção no Jacksonville Jaguars foi a quantidade de jogadores de defesa que o time recrutou no draft nos últimos anos. A aposta em tantos jogadores finalmente deu frutos e o setor é o primeiro da NFL. Foram eles com menos pontos e menos jardas permitidos por drive e em menos primeiras descidas por jogo. Essa defesa também foi a segunda da Liga roubando a bola: 33 bolas tiradas dos adversários.

Mesmo trazendo talentos do draft, o Jaguars soube garimpar e trazer experiência através da free agency. Um bom exemplo é o líder em sacks da temporada, Calais Campbell. O DE, auto proclamado prefeito de “Sackonville”, liderou o setor que fez quarterbacks comerem grama 55 vezes na temporada regular. Campbell não sacou Big Ben no último jogo, mas seus companheiros Yannick Ngakoue, o DT Marcel Dareus e o LB Miles Jack, sim. Tom Brady terá que soltar muito rápido a bola se não quiser um abraço desse front seven.

Jacksonville Jaguars x New England Patriots
O Safety Barry Church foi um dos reforços da free agency que alavancou a defesa do Jaguars

Telvin Smith também apareceu recuperando um fumble que foi retornado para touchdown. Smith pode ser o elo mais fraco, pois ele permitiu 12 de 13 passes e um touchdown em um desses passes.

Muito além do front seven

Não é apenas no front seven que o Jaguars mostra porque chegou até aqui. Sua secundária foi a melhor cedendo o menor número de jardas aéreas da Liga, 169,9 por partida. Os cornerbacks Jalen Ramsey e A.J. Bouye mostram mais uma vez que a mistura draft e free agency funcionou muito bem esse ano para Jacksonville.

Ramsey declarou que Rob Gronkowski “nunca jogou contra um corner como ele antes”. Além de Ramsey e Bouye a secundária ainda conta com o também CB Aaron Colvin e os safeties Barry Church e Tashaun Gipson também garantem a cobertura um pouco mais a frente. A secundária foi responsável por 18 das 21 interceptações do time, a segunda melhor marca da temporada regular. As outras 3 foram do LB Telvin Smith.

Por outro lado… mais uma vez

A dupla Tom Brady e Bill Belichick está mais uma vez disposta a chegar ao Super Bowl. Dominando novamente sua divisão, descansando e vencendo o Divisonal Round, o Patriots chega a mais uma final de conferência, a sétima consecutiva. Esse será o 12º jogo de pós temporada que o técnico e o quarterback jogam. Experiência para atuar sob pressão eles têm de sobra e mostrar que as manchetes não passam de uma tentativa frustrada de desestabilizar o time também.

A última envolve Tom Brady e o fato dele não ter treinado completamente durante a semana gerando burburinhos. A razão seria uma lesão na mão direita, a de arremesso. Ele foi visto usando uma luva e não deu detalhes sobre o que houve numa coletiva de imprensa. A lesão teria acontecido após um running back ter ido de encontro a Brady. As especulações vão de que o raio X não mostrou lesão à “o polegar dobrou feio”. Por enquanto, o status de Brady é “questionável” para a partida.

Nessa foto vemos o QB que pode levar o Patriots ao Super Bowl, ao seu lado Tom Brady usando uma luva para a mão machucada. (Foto: Associated Press)

Más notícias?

A torcida nem cogita a entrada de Brian Hoyer em campo, então já faz todas as orações possíveis para ver seu maior jogador em ação. Brady tentará repetir a mesma ótima atuação que teve contra o Tennessee Titans, onde distribuiu a bola por todo o campo.

Danny Amendola deve ser o principal alvo nas jogadas em slot e terá que fugir da cobertura de Aaron Colvin. Ele foi o maior recebedor contra o Titans com 112 jardas, seu melhor jogo do ano. Brandin Cooks e Chris Hogan terão mais dificuldade de fugir de Ramsey e Bouye, que são rápidos e tem estrutura para batê-los.

Mesmo com Ramsey dizendo que Gronk nunca jogou contra um corner como ele, talvez ele não seja o jogador designado para cobrir o forte tight end. Possivelmente Doug Marrone usará uma cobertura dupla usando Gipson e Church, ou então um deles junto com Myles Jack vindo do front seven. Contra o Tennessee Titans, Gronk anotou 87 jardas e um touchdown.

Jogo corrido multifuncional

O ataque terrestre é bem diversificado no Patriots, o técnico Bill Belichick tem pelo menos 4 running backs à sua disposição. Dion Lewis tem sido o mais acionado, mantendo a média de 5 jardas por carregada. E ele terá que dar muitos tackles para escapar da pressão da forte defesa de “Sacksonville”. Belichick também terá James White, Rex Burkhead e Mike Gillislee disponíveis.

Jacksonville Jaguars x New England Patriots
O RB Dion Lewis tem participação ativa tanto correndo quanto recebendo passes (Foto: Winslow Townson / USA Today Sports Images)

Caso Calais Campbell e companhia fechem a porta, fechem o pocket e pressionem Brady, o QB tem a opção de fazer o passe rápido para os running backs. Isso aconteceu muito contra o Titans. Mesmo sem ter sido sacado ou interceptado em 53 passes, Brady lançou 35 vezes para seus running backs ou tight ends.

Lewis também foi o alvo mais acionado nessa opção, acumulando 79 jardas em 9 recepções. O RB já tem 509 jardas de scrimmage anotadas nas últimas 4 partidas.

Sempre funcionando

O coordenador defensivo Matt Patricia tem chamado a atenção por seu trabalho na defesa do Patriots. Por isso, seu nome é um dos mais cotados para assumir alguns dos times que demitiram seus técnicos nessa temporada. Sob o seu comando a defesa foi a 5ª da NFL com 18,5 pontos permitidos por temporada.

Mesmo permitindo tão poucos pontos, ela não ficou entre as 10 melhores nem contra o jogo terrestre nem o aéreo. Foram 366 jardas totais cedidas em média, que posicionaram o time na 29ª posição.

Contra o Titans, ela fez um trabalho muito bom, limitando o time a 267 jardas totais, pressionando e sacando Marcus Mariota 8 vezes. Esse foi o recorde do time em sacks na pós temporada.

Jacksonville Jaguars x New England Patriots
James Harrison em 2 jogos pelo Patriots ele participou de mais snaps do em 14 pelo Steelers.

A chave para a defesa pode ser parar Leonard Fournette e pressionar Blake Bortles a fazer passes mais longos. O DE Trey Flowers marcou um sack em Mariota no jogo passado e agora tem 7,5 sacks na temporada toda. Bortles já mostrou que quando pressionado, ele não é tão efetivo. Quando está protegido, seu rating é de 94,3, mas essa marca despenca para 64,5 quando ele recebe pressão.

Além de Flowers, veremos Kyle Van Noy, Eric Lee e James Harrison no front seven tentando o pass rush. Harrison também pode ser de muito auxílio para conter Fournette. Contra o Titans o veterano Linebacker conseguiu parar o forte Derrick Henry em 2 ocasiões além de conseguir mais um tackle.

Para parar o jogo aéreo, Patricia deve se aproveitar da inexperiência de alguns dos recebedores do Jaguars e posicionar seus jogadores mais experientes, os CBs Stephon Gilmore e Malcolm Butler, na cobertura. Contra jogadores mais experientes como Allen Hurns, o CB Eric Rowe pode ter problemas. Rowe não conseguiu conter o WR Eric Decker no Divisonal Round: ele pegou 6 de 7 passes tentados permitindo 85 jardas.

Jacksonville Jaguars x New England Patriots: o que esperar

Veremos o ataque número 1 contra a defesa número 1 da Liga. O ataque do Patriots é o primeiro nos mesmos quesitos que a defesa do Jaguars tem os melhores números. A defesa que conseguir conter melhor o quarterback e o jogo corrido adversário deve ter a vantagem, de preferência pontuando quando forçar erros e recuperar a bola.

O ataque que conseguir ganhar jardas através do jogo aéreo também contribuirá bastante para a vitória. Será um jogo gelado em Boston com a previsão de 5ºC de temperatura, mas esse será um jogo que vai pegar fogo valendo uma vaga no Super Bowl LII.

Bom jogo a todos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *