PAT TILLMAN: DE JOGADOR A HERÓI DE GUERRA

PAT TILLMAN: DE JOGADOR A HERÓI DE GUERRA

Na última segunda-feira, dia 29, foi comemorado nos Estados Unidos, o Memorial Day. Para os norte-americanos, é um dia para lembrar e reverenciar aqueles que perderam suas vidas em guerras, para que os cidadãos do país pudessem viver o chamado American Dream e sua liberdade.

Nada melhor para homenagear a data, do que lembrar do herói Pat Tillman, jogador do Arizona Cardinals que, após o ataque de 11 de setembro, abandou a carreira no futebol americano para defender seu país no Afeganistão, onde foi morto.

Foto: Divulgação

O safety foi a escolha da sétima rodada do Cardinals no NFL Draft de 1998. Durante suas quatro temporadas e 60 jogos na NFL, contabilizou um total de 245 tackles e 3 fumbles forçados.

Após o ataque terrorista às Torres Gêmeas em 11 de setembro de 2001, Pat abandonou sua carreira na NFL e um contrato de $3,6 milhões de dólares para alistar-se no exército americano juntamente com seu irmão, Kevin Tillman.

A história inicialmente reportada seria de que, na noite do dia 22 de abril de 2004, enquanto patrulhava uma das regiões mais perigosas do Afeganistão, Tillman e seu grupo foram emboscados por inimigos que tentavam infiltrar o país pela região. Contudo, uma posterior investigação concluiu que Pat Tillman foi vítima de “fogo amigo”, ou seja, foi morto acidentalmente por alguém de seu próprio exército.

Pat Tillman faleceu aos 27 anos, encerrando assim uma carreira de defensor de seu país no campo de batalha e nos campos de futebol. Em uma carta deixada com sua esposa, Marie Tillman, que deveria ser aberta somente caso morresse em combate, Pat dizia:

“Eu já te pedi bastante, portanto não deveria surpreendê-la que eu tenho outro favor a pedir: eu peço que você viva”.

A história de Pat Tillman é contada em um dos episódios da série-documentário Football Life, produzido pela NFL Films. Confira abaixo o trailer em inglês do episódio:

Fonte: ESPN, AZ CardinalsNFL.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *