O QUE O NOVO GM DAVE GETTLEMAN PODE FAZER NO NEW YORK GIANTS

O QUE O NOVO GM DAVE GETTLEMAN PODE FAZER NO NEW YORK GIANTS

Depois de um longo e tenebroso inverno o New York Giants começou a temporada de renovação. Com 13 derrotas e 2 vitórias e a demissão de seu HC e GM , o time parece empenhado em deixar pra trás a temporada 2017 e começar bem o próximo ano. O primeiro passo foi dado nesta semana, com o anúncio da contratação de Dave Gettleman para o cargo de General Manager da equipe.

Não se trata de uma chegada, e sim de um retorno de Gettleman ao Giants. Ele trabalhou durante 15 anos como executivo na franquia, antes de se tornar GM do Carolina Panthers em 2013. Ele ajudou a conduzir o time na brilhante temporada de 2015, quando o Panthers terminou a temporada com 15 vitórias e uma derrota, mesmo ano em que foi ao Super Bowl. No entanto, o desempenho do time em 2016 (6-10) desagradou os executivos do time e culminou na demissão do GM em julho de 2017.

Pulso firme

Gettleman é conhecido pela postura direta e objetiva. Após sua saída do Panthers, muitos atribuíram a decisão à facilidade do GM em substituir jogadores que não o agradavam e suposta dificuldade em gerenciar as expectativas dos jogadores. O perfil assusta? Sim. Mas diante da falta de autoridade que predominou na equipe na temporada passada, Gettleman pode ter o que o Giants precisa para se reerguer.

Além de Gettleman, foram entrevistados para a posição Kevin Abrams (assistente de GM), Marc Ross (vice presidente de avaliação de jogadores) e o analista da ESPN Louis Riddick.

 

Futuro de Manning e OBJ

Duas das principais incognítas no futuro do Giants são Eli Manning e Odell Beckham Jr. O futuro desses dois jogadores foi um tópico importante durante as entrevistas dos candidatos ao posto e John Mara, um dos proprietários da franquia, já havia demonstrado convicção na manutenção desses jogadores no elenco.

A “estabilidade” de Manning foi colocada em xeque por Ben McAdoo (que encerrou a série recorde de titularidade do jogador), mas mesmo com a saída do técnico, ainda circulam especulações sobre o futuro do QB. Além disso, a péssima sequência do Giants na temporada garante ao time a segunda escolha no draft, num ano em que a lista de QBs talentosos é grande. No entanto, Manning ainda tem dois ano de contrato, e Gettleman enfatizou: “Não importa em qual posição, jogadores bons nunca são demais”.

Já OBJ, que ficou fora de praticamente toda a temporada por lesão, manifestou seu interesse em ser o “jogador mais bem pago da Liga”, e isso seria um fator importantes nas negociações contratuais (que provavelmente serão encerradas antes do retorno do jogador aos gramados). Questionado sobre o interesse da franquia em manter o jogador, o novo GM disse: “Faz sentindo mantê-lo. Ernie Accorsi (ex-GM do Giants) me disse há algum tempo: “Não desista de um talento. Não desista de um talento”.

Gettleman ainda será apresentado a Odell Beckham Jr., mas ele e Manning são velhos conhecidos, já que o GM trabalhou anteriormente na franquia, inclusive nos anos em que Eli conduziu o Giants à vitória no Super Bowl.

Fica tranquilo, vai dar tudo certo, parça.

E o que vem agora?

Com a busca por um GM encerrada, o Giants deve agora concentrar seus esforços na escolha do novo Head Coach do time. O fracasso com Ben McAdoo, que teve apenas dois anos como coordenador antes de ser promovido a HC, deixou claro que experiência é o ponto primordial na escolha. John Mara (que tomará a decisão final com o sócio Steve Tisch) declarou que a busca é por alguém que já tenho ocupado o posto de HC ou que tenha experiência de longo prazo como coordenador. Ele também disse: “Estamos procurando alguém que tenha inteligência, mas que também tenha capacidade de liderança. Alguém que consiga assumir o controle na frente do time”.

O novo GM apresentou uma lista de potenciais candidatos quando foi entrevistado, e a busca deve começar nas próximas semanas. No entanto, como de costume nesses processos, não há expectativa de conclusão no curto prazo, já que os candidatos de times que jogarão os playoffs só serão entrevistados após o encerramento da temporada.

Chegou chegando…

Para fechar com chave de ouro sua entrevista de apresentação, Gettelman deixou uma afirmação inflamada (com cutucada embutida!) para a imprensa. Ele encerrou a coletiva dizendo: “meu plano é vir aqui todo dia e botar pra quebrar… Até que eles tomem meu cartão ou que o Senhor me leve”. Cuidado Gettelman, o último que falou que só saia quando tomassem o cartão não durou nem uma semana depois dessa frase…

Fontes: ESPN.com, SB Nation

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *