O PROTOCOLO DE CONCUSSÃO NO SBLII E O CASO GRONKOWSKI

O PROTOCOLO DE CONCUSSÃO NO SBLII E O CASO GRONKOWSKI

A NFL anunciou nessa terça-feira (30) que contará com um novo processo de Protocolo de Concussão para o Super Bowl LII. Dessa vez, haverá quatro especialistas independentes em concussão. Segundo Kevin Sifert, da ESPN.com, serão dois neurologistas, cada um na linha lateral de uma equipe; um backup para caso um dos dois neuros esteja ocupado; e um especialista, que anteriormente trabalhou como observador na sede da Liga em Nova York.

Saiba mais: como funciona o protocolo de concussão na NFL

O Protocolo de Concussão no Super Bowl LII

O especialista foi incluído na equipe do protocolo para orientar os médicos da lateral a examinarem algum possível incidente. A medida foi tomada um mês após o evento envolvendo Tom Savage, quarterback do Houston Texans. Após tomar um hit do LB Elvis Dumervil do 49ers, o QB teve uma convulsão no gramado.

PROTOCOLO DE CONCUSSÃO NO SUPER BOWL LII
(Foto: Kevin M. Cox/AP)

A Liga também instituiu a seguinte regra: caso um jogador fosse flagrado tremendo da mesma forma que Savage, ele não será autorizado a retornar para o jogo. Os jogadores que também forem vistos tropeçando ou caindo ao tentarem ficar de pé, deverão ser avaliados no vestiário, e não na lateral do campo.

Os números são preocupantes. No último ano, 281 concussões foram reportadas. Segundo a USA Today, houve um aumento de 15,6% em relação à média da Liga em cinco anos.

O caso de Rob Gronkowski

Gronk, que perdeu parte da partida da AFC Championship por uma concussão, ainda pode jogar o Super Bowl. O TE sofreu a concussão após um golpe de capacete a capacete de Barry Church, que foi multado em US$24.309. Mas ele espera estar fora do protocolo de concussão antes do fim desta semana, segundo Kimberly Jones da NFL Network.

“Vamos ver o que acontece e o que os médicos dizem. Não sou eu que direi que estou fora do protocolo, isso é trabalho do médico.” afirmou o jogador.

Malcolm Jenkins, safety do Eagles, falou sobre os desafios de enfrentar um dos melhores tight ends da Liga:

“Ele faz um ótimo trabalho com seu corpo, posicionando-se entre o defensor e a bola. Ele pega tudo em seu raio. Na red zone, ele é um monstro.”

Gronkowski, apesar das lesões na virilha e coxa em 2017, conseguiu 69 recepções para 1.084 jardas e 8 touchdowns em 14 jogos.

________________________________________________________________________________Update: Segundo informações de Ian Rapoport, Rob Gronkowski está liberado do protocolo de concussão para jogar o Super Bowl LII. 
01/02/2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *