PRÉVIA MNF: CAROLINA PANTHERS X MIAMI DOLPHINS

PRÉVIA MNF: CAROLINA PANTHERS X MIAMI DOLPHINS

No MNF da semana 10 da NFL, o Miami Dolphins (4-4) visita o Carolina Panthers (6-3). Este será apenas o sexto confronto entre as equipes e Miami lidera a rivalidade por 4 a 1. A última partida entre os times foi justamente a única vitória do Panthers, por 20 a 16, no dia 24 de novembro de 2013, em Miami.

Mesmo com a volta do QB Jay Cutler #6, o favoritismo da partida é todo do Panthers. Afinal, o time lidera em todas as estatísticas de ataque na temporada. São elas:

Na defesa, o Panthers também está acima.

O Dolphins pode surpreender?

Jay Cutler fez algumas partidas interessantes defendendo Miami. Na semana 6, liderou o time para uma virada contra o Falcons (que ainda não estava decadente como agora). Semana passada, ultrapassou as 300 jardas pela primeira vez na temporada contra o Raiders. Não é tão otimista, mas já é algo. Com a saída de Jay Ajayi para o Eagles, a responsabilidade cai nos ombros de Cutler. Experiência ele tem, resta saber se isso é o suficiente para escapar do DE Julius Peppers #90 (7,5 sacks na temporada), não sentir a pressão do LB Luke Kuechly #59 (65 tackels totais) ou evitar interceptações na secundária, formada por jogadores como o CB James Bradberry #24, o FS Kurt Coleman #20 ou o SS Mike Adams #29.

Miami Dolphins @ Carolina Panthers
Willians e Drake estão carregando o backfield do Dolphins

Para auxiliar no jogo corrido, o Dolphins está trabalhando praticamente 50/50 com os RBs Kenyan Drake #32 e Damien Williams #26. Os dois jogadores mostraram serviço contra o Raiders e devem continuar a dividir o backfield (com Williams recebendo mais). Jarvis Landry #14 lidera o time em recepções e já iguala o número de TDs (quatro) da temporada passada. Porém, não tem tantas jardas (430 até o momento). Kenny Stills #10 é o segundo, com 28 recepções para 341 jardas e também quatro TDs. Quem apareceu na semana passada (seis recepções para 84 jardas e um touchdown) foi o experiente TE Julius Thomas #89.

Pelo lado do Panthers…

Assim como o Dolphins, o Panthers também lidou com uma troca que afetou o time. Kelvin Benjamin rumou à Buffalo e agora o maior recebedor da equipe é Devin Funchess #17 (38 recepcões para 443 jardas e três TDs). Christian McCaffrey tem aparecido bem no jogo aéreo e Jonathan Stewart #28 não tem corrido tão bem. Mesmo com a postura de mudança no estilo de jogo, o Panthers continua dependendo muito de Cam Newton tanto no jogo aéreo quanto no corrido. São quatro TDs corridos de Newton, com 341 jardas até então. No jogo aéreo, o QB tem onze interceptações em nove partidas e 1.978 jardas passadas.

Miami Dolphins @ Carolina Panthers
Cam Newton continua oferecendo muito perigo no jogo terrestre

Nos três jogos em que Newton teve duas ou mais interceptações, a equipe perdeu. Contra New Orleans e Philadelphia foram três e, na partida bizonha contra Chicago, duas. A defesa contra passe do Miami Dolphins está na 19a posição, o que pode ser de algum perigo. Mas, a tendência é que o Panthers corra mais com a bola pelo fato de Miami estar na 26a posição defendendo corridas. E pela perda de Benjamin, claro.

As ameaças para Newton são o DT Ndamukong Suh #93 na linha defensiva (3,5 sacks) e os LBs Kiko Alonso #47 e Lawrence Timmons #94 no meio da defesa (51 e 41 tackles totais, respectivamente). Na secundária, o FS Reshad Jones #20 lidera o Dolphins com duas interceptações na temporada. O CB Bobby McCain #28 tem uma interceptação e 24 tackles totais.

Batalha de turnovers

Ambas as equipes são marcadas negativamente por não cuidar da bola. Mesmo estando 6-3, o Panthers tem um saldo negativo de oito turnovers. Pelo lado de Miami, é -3. Isso nos leva a crer que é possível o Panthers descuidar da bola, mas que isso não necessariamente indicará uma derrota.

Pelo momento das equipes na temporada (Carolina vem de duas vitórias e Miami de duas derrotas), tudo leva a crer que essa tendência seguirá e o Panthers mostrará força a sua torcida na corrida atrás do New Orleans Saints pela NFC South.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *