MICHAEL FLOYD É SUSPENSO POR VIOLAR A POLÍTICA DE SUBSTÂNCIAS DA NFL

MICHAEL FLOYD É SUSPENSO POR VIOLAR A POLÍTICA DE SUBSTÂNCIAS DA NFL

Michael Floyd envolvido em confusão (de novo)! Desta vez, o WR foi suspenso por quatro jogos por violar a política de abuso de substâncias proibidas da NFL. Ele só pode voltar para o roster ativo em 2 de outubro, após o jogo contra o Lions. Isso só na temporada regular, porque Floyd pode participar de todas as práticas e jogos da pré-temporada.

Confusões anteriores

Michael Floyd já foi preso em dezembro do ano passado por dirigir embriagado sendo, então, dispensado do time em que jogava, Arizona Cardinals. Apenas um dia depois, New England Patriots contratou o jogador até o final da temporada, porém decidiram não renovar este ano. No último dia 10 de maio, o WR fechou um contrato com o Minnesota Vikings, mas logo em junho se envolveu em outra polêmica: foi acusado de violar os termos de sua prisão domiciliar ao consumir álcool. O jogador se defendeu dizendo que falhou no teste porque bebeu chá de Kombucha.

Quando Floyd foi acusado de infringir os termos de sua prisão domiciliar, Mike Zimmer, head coach do Vikings, se  manifestou:

“Se eu acredito? Não sei o quanto de chá ele bebeu. Não tenho ideia. E eu não tenho dúvidas sobre o porquê desconfiariam dele, mas ele me disse que não estava bebendo”.

Mike Zimmer também garante que deixou claro ao WR que, se ele estiver mentindo, será cortado do time.

Carreira

Michael Floyd foi draftado em 2012 pelo Arizona Cardinals na primeira rodada – 13ª escolha geral. Em toda sua carreira o WR fez 3.781 jardas, 246 recepções, 24 touchdowns e participou de 78 partidas em temporadas regulares. Em 2016 Floyd fez 13 jogos com Arizona Cardinals e 2 com New England Patriots, e mesmo jogando poucos jogos com Patriots faturou o tão sonhado anel do Super Bowl.

Mesmo após tantas confusões, o Minnesota Vikings apostou suas fichas no WR quando fechou com o jogador. Rick Spielman (general manager do Vikings) se pronunciou na contratação dizendo:

“O técnico Zimmer e eu estamos acreditando que Michael Floyd aprendeu e cresceu com as suas decisões do passado. Ele aceitou toda a responsabilidade e está tomando medidas encorajadoras para melhorar. Nós oferecemos o total apoio e assistência da organização do time e dos nossos programas de desenvolvimento de jogadores. Estamos empolgados por ter Michael e acreditamos que ele possa ser um membro produtivo de nosso time de futebol americano e da comunidade.”

Apesar do Minnesota Vikings ter apostado em Floyd e precisar de um receptor experiente no elenco, parece que o WR continua a se envolver em polêmicas e isso pode prejudicar seu futuro na franquia (talvez até na liga). Esperamos que o comprometimento de Floyd seja real e que ele possa trazer bons resultados ao Minnesota Vikings nesta temporada!

Ficaremos de olho!

Fontes: NFL, ESPN, Fox Sports

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *