MATTHEW STAFFORD É O “NOVO MAIS BEM PAGO” DA NFL, MAS… POR QUANTO TEMPO?

MATTHEW STAFFORD É O “NOVO MAIS BEM PAGO” DA NFL, MAS… POR QUANTO TEMPO?

Os times da NFL estão realmente preocupados em manter suas estrelas nos times. Após a assinatura do QB Derek Carr por US$125 milhões, foi a vez do Detroit Lions fechar um contrato pra lá de milionário com seu quarterback. Matthew Stafford falou sobre a extensão contratual de cinco anos no valor de US$135 milhões nessa segunda-feira. O contrato garante a ele US$92 milhões e o torna o jogador mais bem pago da NFL hoje.

Derek Carr- quarterback do Oakland Raiders

Aparentemente, a negociação foi tranquila. Stafford relatou que sua vontade sempre foi permanecer no time:

“Em certos pontos, às vezes, tudo está em jogo quando você se encontra com meu pessoal e o agente, com o pessoal da CAA, mas no fundo da minha mente eu sempre quis estar aqui. Desde o primeiro dia em que eu me encontrei com os meus representantes, depois de conversar com o General Manager do time e toda sua equipe em fevereiro. Sua primeira pergunta foi essa e eu disse: Absolutamente, eu quero estar em Detroit. Você nunca sabe se irá funcionar ou não, mas esse sempre foi meu desejo e minha intenção desde o início”.

Matthew Stafford está no Detroit Lions desde 2009 e jogou todos os 16 jogos das últimas 6 temporadas. Seus números na carreira foram de 30.303 jardas, 187 touchdowns e 108 interceptações. Na última temporada, Stafford teve 4.327 jardas, 24 touchdowns e 10 interceptações.

Matthew Stafford – o mais bem pago da NFL atualmente

O QB teve apenas um saldo negativo em relação a touchdowns e interceptações no Lions. Foi no ano de 2009 (13-20). Seu número de jardas e de touchdowns não foram inferiores a 4.250 e 20 desde 2011. Sua porcentagem de conclusão nos dois últimos anos foi acima de 65%. Concluindo, suas habilidades foram mantidas e Matthew Stafford não mostrou queda de rendimentos nesses últimos anos.

Outros quarterbacks como Matt Ryan, Drew Brees e Aaron Rodgers estão com seus contratos por acabar. Fato que nos faz pensar se veremos extensões contratuais tão grandiosas como a de Matthew Stafford. Se lembrarmos que o agente de Brees é o mesmo de Stafford, tudo indica que sim. Além disso, tivemos recentemente contratos pra lá de milionários. Alguns exemplos são o de Derek Carr e o de Andrew Luck do Colts.

E os próximos contratos?

Drew Brees está na liga desde 2001 e possui 38 anos (idade avançada para um atleta). Em março do ano que vem se tornará um agente livre, caso o New Orleans Saints não elabore um novo contrato com o QB. Seria ele o próximo? Pela sua história na franquia e seus números absurdos (sendo o único QB a ultrapassar 5 mil jardas aéreas em múltiplas temporadas na carreira), seria lógico. No entanto sua idade avançada pode não favorecer e deixar esse quarterback lendário fora dessa lista.

Matt Ryan está na liga e no Falcons desde 2008. Seu contrato acaba em dois anos e seria um tanto quanto sábio para  o Falcons garantir Ryan em seu roster com uma extensão contratual.

No Packers, Aaron Rodgers assinou um contrato longo e se mostra toda temporada como um jogador de grande valia para o time. Rodgers não parece, porém, se queixar do seu acordo atual. O QB já deixou claro algumas vezes seu amor pelo time e a vontade de finalizar sua carreira lá. Provavelmente essa negociação não será tão difícil e Rodgers não deve “exigir” tanto do time.

Temos ainda Kirk Cousins com seu polêmico contrato. O QB talvez tenha nessa “oportunidade” a chance de conseguir seu contrato milionário, visto que o jogador está na franchise tag até o ano que vem. O Washington Redskins ofereceu uma boa quantia e Cousins não aceitou. A franquia já se posicionou e provou que não quer perder seu QB. A questão é: o que Cousins quer? 2017 parece ser o ano chave para ele se provar um QB de elite e a cara da franquia. Provavelmente veremos um contrato tão alto ou maior que o de Matthew Stafford.

Kirk Cousins será o próximo mais bem pago da NFL?

É a lei da oferta e procura?

A questão que paira no ar é: Andrew Luck, Derek Carr e Matthew Stafford são realmente jogadores que valem tal comprometimento do salary cap dos seus times?

Acreditamos que essa não seja uma questão apenas de qualidade para as franquias, mas sim de NECESSIDADE. A lei da oferta e procura é uma questão crucial para as franquias. Com a falta de grandes promessas na posição, os times querem garantir o que possuem e está de certa forma “dando certo”. As franquias estão fazendo acordos milionários para que mesmo não sendo tão efetivos (ainda), estas “pequenas” promessas não debandem para onde o dinheiro possa ser mais alto, e eles percam seus quarterbacks.

Você, torcedor do Detroit Lions, acredita que a franquia fez um bom investimento garantindo Matthew Stafford em seu roster? Ou o comprometimento do salary cap pode ser um problema para Lions?

Fontes: profootballtalk.nbcsports.com, espn.com, nfl.com, foxsports.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *