LULUZINHA ENTREVISTA PATRICK DUTTON DO RIO FOOTBALL ACADEMY

LULUZINHA ENTREVISTA PATRICK DUTTON DO RIO FOOTBALL ACADEMY

O papo dessa vez vai ser com o criador da primeira escola de Futebol Americano do Brasil. O idealizador desse magnífico e bem sucedido projeto é simplesmente um dos melhores jogadores de FA que temos no nosso país, Patrick Dutton. Ele nos conta tudo sobre o Rio Football Academy, como começou, como ele consegue enviar tantos atletas para o exterior e muito mais.

foto1

Luluzinha: De onde surgiu a ideia de criar uma escola de Futebol Americano?

Patrick: Muitos dos atletas brasileiros jogam Futebol Americano e não tem os fundamentos corretos para praticar o esporte, a forma mais prática de garantir que esses fundamentos serão aprendidos é ensinar desde cedo. O Brasil necessita desse trabalho com divisões de base, eu enxerguei essa necessidade e resolvi investir.

Luluzinha: No país do soccer, chegou um momento em que você achou que não iria dar certo?

Patrick: Graças a Deus desde o primeiro dia o Rio Football Academy foi um sucesso, começamos com um Camp e no primeiro dia tivemos 30 atletas, tivemos altos e baixos, mas posso afirmar que atualmente vivemos o nosso melhor momento como empresa. O Futebol Americano tem um mercado diferente do Soccer, todos os meninos são aceitos e é o esporte da moda, são fatores que colaboraram para o nosso sucesso.

Luluzinha: De onde veio o interesse pelo FA? Como conheceu o esporte?

Patrick: Conheci o esporte através da NFL, virei fanático e resolvi me arriscar. Sempre gostei de esportes e sempre tive aptidão para praticá-los, graças a Deus, com o Futebol Americano não foi diferente.

Luluzinha: Vemos que o treino do RFA é bem rígido. Você exige alguma coisa de seus atletas? Como alimentação correta, uma rotina saudável no geral…

Patrick: No Rio Football Academy temos crianças desde os 7 até os 23 anos, nós não podemos exigir uma rotina de musculação de um menino de 7 anos, por isso trabalhamos com treinos específicos por idade. Mas existem certas regras que nossos meninos devem seguir, sim. Algumas delas, se não forem cumpridas, podem afetar na presença, ou não, do atleta em jogos.

foto2 

Luluzinha: O RFA recebe a visita de vários jogadores de renome dentro do FA brasileiro e, até mesmo, alguns atletas internacionais. Você acredita que esses treinos com visitantes ajudam os seus alunos a melhorarem a performance deles dentro de campo, ganhando mais experiência? Ou seria mais uma inspiração pra eles quererem crescer cada vez mais?

Patrick: É muito legal trazer atletas diferentes sempre que dá, nomes como KC Frost, Pratt, Lipe, Sapo, Rudá, Anselmo, Pedro Cavallari, motivam nossos atletas. É importante, porque cada atleta tem uma história de vida diferente e algo novo pra repassar para os meninos. Motivação é tudo!

Luluzinha: Os melhores atletas de FA no Brasil são revelados pela RFA. Como se sente conseguindo realizar sonhos de jovens que querem jogar fora do país e alcançam esse sonho com você?

Patrick: Nosso foco sempre foi e sempre vai ser revelar meninos para o exterior! Queremos que eles estejam no nível de atletas americanos. A maioria deles, daqui a 4 ou 5 anos, serão referência na posição que jogam, eu posso afirmar isso! O Futebol Americano no Brasil vai crescer muito ainda, faltam detalhes para isso acontecer. Isso me motiva cada vez mais, uma vez fui perguntado se gostaria de duplicar o meu número de atletas, minha resposta foi não, eu prezo pela qualidade, quero renovar atletas, enviando cada vez mais atletas para o exterior. O fato de serem os melhores não me surpreende nem um pouco, afinal, eles aprendem com os melhores.

Luluzinha: Quais são as diferenças dos treinos na praia e no campo?

Patrick: Nossos treinos na praia foram apenas um plus devido às férias e à necessidade de uma preparação física mais qualificada! Não havia nem bola nesses treinos, o objetivo era a parte física.

foto3

Luluzinha: RFA também inclui o Flag Football. Quem busca mais o flag, as meninas ou os meninos?

Patrick: Na verdade nossos meninos odeiam o Flag! Eles gostam de contato, mas infelizmente, no Brasil ainda não existe nenhum outro projeto Full Pad para meninos abaixo de 15 anos.

Luluzinha: Qual a diferença de ensinar para meninos e para meninas?

Patrick: Por incrível que pareça, minhas meninas dão mais migué que os nossos meninos, isso me surpreendeu um pouco, mas acredito que isso vai mudar esse ano ainda! Falta a mentalidade de Atleta, mentalidade de competição nelas, quando entenderem isso, acredito que vão evoluir mais.

Luluzinha: Quais são os próximos passos para a RFA?

Patrick: Tenho tantos projetos e tantas idéias, difícil é focar em apenas uma, mas acho que meu principal objetivo é manter o trabalho que estamos fazendo, alcançar mais jovens pelo Brasil inteiro, dar a oportunidade de crescerem aprendendo o esporte e realizarem seus sonhos.

Luluzinha: Quantos alunos o RFA possui? Como fazer para ser parte do quadro de alunos?

Patrick: No momento temos mais de 200 alunos, com uma média por treino de 70, o que é comum, pois não podemos exigir 100% de presença dos meninos. Para entrar pro RFA é bem simples, basta entrar em contato conosco, agendar um treino experimental e a partir daí começa a fazer parte da nossa família.

foto4

Luluzinha: Como você e seus treinadores fazem para se manter atualizados dentro do FA?

Patrick: Nossos treinadores são referencia no que fazem, não param de estudar e se atualizar, esse é o segredo. Exercícios que eram muito importantes 5 anos atrás, já foram trocados por outros, que no futuro também serão esquecidos. O importante é manter-se atualizado.

Luluzinha: Para você, o que significa ser atleta de futebol americano? Em que o FA mudou na sua vida?

Patrick: Ser Atleta de Futebol Americano é a minha vida, amo o que faço, e tive o privilégio de poder viver do que eu amo. Não poderia ser mais feliz.

Rapidinha

Time da NFL: NY Giants

Time FABR: Flamengo FA

Coxinha pelo bico ou pela bunda: Pelo bico

Feijão por cima ou por baixo: Por cima

Melhor jogador de todos os tempos: Jerry Rice

Melhor QB: Ramom Martire “Mamão” (Botafogo Reptiles)

Super Bowl que te marcou: SB 2008 – Giants vs Patriots

Filme sobre FA: When the Game Stands Tall

Tom Brady esvaziou, ou não, as bolas no jogo: Acho que não esvaziou não

Peyton ou Eli Manning: Peyton

Assiste o Super Bowl com a família, com amigos ou todo mundo junto: Amigos sempre

foto5

A escola de FA Rio Football Academy fica no Rio de Janeiro/RJ na Rua João Geraldo Kuhlmann, 590, telefone (21) 99999-4497. E o NFL Luluzinha Club vai continuar na torcida por novos talentos do FA serem descobertos!

Enjoy! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *