LB DO BEARS, LEONARD FLOYD, FALA SOBRE RECUPERAÇÃO APÓS CONCUSSÕES

LB DO BEARS, LEONARD FLOYD, FALA SOBRE RECUPERAÇÃO APÓS CONCUSSÕES

Sabemos que as concussões dos atletas da NFL geram grandes discussões quando se tratam dos problemas de saúde e de como a sua recuperação pode ser complicada. Mesmo com os números de concussões desde 2012 terem sofrido um declínio em relação à temporada passada (261 em 2012 e 244 em 2016), nós temos como exemplos alguns casos recentes que podem nos trazer à luz novamente esse problema. Entre os nomes mais recentes: Michael Oher, LT dos Panthers sofreu uma concussão em setembro do ano passado e não está liberado até o presente momento para jogar, Luke Kuechly LB do Carolina Panthers, que sofreu duas concussões no ano passado e, para completar, temos a recente declaração do ex-jogador da NFL, o RB Jerome Bettis, quanto a polêmica a cerca da falta de informação aos jogadores da liga sobre concussões e seus possíveis efeitos colaterais.

Desta vez quem se pronunciou foi o LB do Chicago Bears, Leonard Floyd, contando como se sentiu após a sua segunda concussão (em um período de 5 semanas) e sobre como está sendo sua recuperação.

Em uma entrevista após um minicamp obrigatório na quarta passada, o jogador relatou:

“Você simplesmente não se sente normal. Você sabe, essa parte do raciocínio, é como se você não pensasse mais como antes. Eu não estava pensando como eu normalmente pensaria. Então eu ficava olhando para os espaço às vezes, em vez de prestar atenção”

Após as concussões, sendo a primeira em 20 de novembro contra o Giants e a segunda contra o Redskins em 24 de dezembro, ambas em 2016, a franquia de Chicago liberou o jogador para a recuperação, dizendo ao LB para não trabalhar e somente retornar assim que seus sintomas pós-concussão desaparecessem. Floyd disse que precisou de dois meses para se sentir “voltando a si”, que ficou esse tempo em casa, em repouso e só em fevereiro começou a se sentir normal.

“Dia após dia, eu estava conseguindo me concentrar mais, e minha mente não ficava correndo por todos os lugares, eu estava pronto para me focar nas coisas” – relatou Leonard Floyd.

Em sua primeira concussão em novembro o LB foi liberado para rapidamente, porém em dezembro, o jogador teve fortes dores de cabeça, o que diminuiu em alguns dias, mas como não se sentiu bem, foi afastado para a recuperação. Em ambos os casos, a colisão aconteceu com seu companheiro de equipe o DE Akiem Hicks. O Bears correlacionou a lesão com a falta de técnica de Floyd, então ele vem treinando com o coordenador defensivo da equipe, Vic Fangio, para corrigir alguns erros e melhorar sua performance.

“Eu definitivamente tenho que estar atento, porque eu não quero ter outra concussão e ter que sair dos jogos” – ele disse.

Floyd garante que está se recuperando bem e que se encontra na sua melhor forma. Listado em 109 kg, o jogador disse que deve estar pesando um pouco menos que 112 kg e que gostaria de ser o mais forte do que uma pessoa poderia ser. Na temporada passada o LB jogou 12 partidas, realizou 33 tackles, 2 passes desviados, 7 sacks e garante que nesta temporada estará mais rápido e que já sente isto nos treinos.

“Eu estou mais rápido. Às vezes quando estou saindo no snap, estou me movimentando muito, pisando em falso. Eu só preciso ficar no ponto de sair quando a bola é jogada.”

O treinador John Fox disse que ele é um bom talento, mas que já viu o jogo “desacelerar” mesmo na offseason para Floyd.

“Eu prefiro subestimá-lo e deixá-lo superproduzir, mas penso que mentalmente e fisicamente ele dará um grande passo”. – relatou Fox.

E você? Acredita na melhora técnica de Leonard Floyd? Acredita em sua recuperação pós-concussão?

Fontes: chicago.suntimes.com, www.espn.com, www.nfl.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *