A HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO DE TAKKARIST MCKINLEY

A HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO DE TAKKARIST MCKINLEY

A reação de Takkarist McKinley ao ser draftado pelo Atlanta Falcons na escolha 26 da primeira rodada do Draft de 2017 surpreendeu a muitos. Em sua primeira entrevista como profissional, o defensive end soltou algumas palavras um tanto impróprias durante seu discurso. “Me multe depois”, reagiu o rookie.

O comportamento pouco comum de Takk pode ser considerado consequência de sua trajetória até a NFL. De uma infância difícil em um bairro pobre até o NFL Draft 2017, a história de Takk pode ser uma inspiração para muitos.

 Infância

Takk cresceu em Richmond, cidade ao norte de Oakland. Durante sua infância, a cidade foi considerada uma das mais perigosas dos Estados Unidos. Quando  tinha apenas cinco anos, disse ao primo que iria virar membro de uma gangue, exatamente como aquelas que viam andando por seu bairro. As mesmas que tomariam as vidas de tantos amigos.

“Você não podia nem mesmo andar até a loja da esquina porque você tinha medo de ser baleado. Às vezes, balas passavam e eles tinham que abaixar”, relatou sua tia, Peggy Wiggins, que ajudou a criá-lo.

College

A entrada de McKinley no College Football também não foi das mais tranquilas. Os pais do DE nunca foram presentes em sua vida. Quem o criou foi a avó, Myrtle Collins. Quando sua tia, Peggy Wiggins, não estava em casa, Takk tinha que cuidar da avó, o que o fez perder vários eventos na escola, inclusive aqueles de seu time juvenil.

“Ele meio que desistiu para me ajudar a cuidar dela. Eu o prometi que Deus iria abençoá-lo por ter ficado lá comigo e ajudar a cuidar dela”, contou Peggy Wiggins.

O futebol americano veio como uma esperança para o que parecia um futuro incerto.

Em 2011, a avó do defensive end faleceu devido à complicações cardíacas. Em seu leito de morte, Takk fez uma promessa: iria jogar futebol americano em um time da Division-I do College. Mais tarde, McKinley ganhou uma bolsa de estudos para a Universidade da Califórnia. No entanto, em razão de todas as atividades que perdeu quando estava ajudando sua família, não pode ser qualificado academicamente.

“Eu estava falando em desistir do futebol americano e comecei a aplicar para o McDonald’s e o Taco Bell. Eu estava meio que cansado, porque, cara, eu falhei com ela”, lembrou o rookie.

Por meio de seu primo, Sylvester Wiggins, Takk acabou entrando para a Contra Costa, uma faculdade comunitária. No entanto, não era ali que queria estar, e acabou desistindo várias vezes.

Após seu primeiro ano defendendo a faculdade sob a tutela do técnico Carter, um dos responsáveis por Takk ter continuado no FA, e após uma temporada de dez sacks, a sorte começou a sorrir para o DE. Ao olhar o boletim acadêmico de McKinley, o técnico da Universidade da Califórnia – Los Angeles (UCLA), Angus McClure, percebeu que alguns cursos que Takkarist tinha feito não foram devidamente inscritos, o que o teria qualificado para uma universidade da Division-I há um ano.

NFL Draft 2017

Takkarist McKinley chegou ao NFL Draft de 2017 como uma possível escolha de primeira rodada.

Porém, diferente dos outros aspirantes a rookie, ser draftado por um dos 32 times da National Football League, significava muito mais que um contrato milionário e uma chance de jogar na liga principal de futebol americano. Ouvir seu nome ser anunciado pelo comissário Roger Goodell, significaria que ele não apenas cumpriu a promessa que fez para sua avó, mas que foi muito além.

Takkarist McKinley poderia ter se entregado aos conflitos de sua vida em uma cidade violenta da California, ou às dificuldades de uma família humilde. Porém não o fez.

“Isso significa tudo cara, significa tudo. Eu fiz uma promessa para ela. Eu disse que iria para a D-I. Eu ia sair de Richmond. Eu ia sair de Oakland. Eu ia viver o meu sonho de jogar na NFL. E eu estou aqui, cara. Eu completei a minha promessa. Isso significa tudo pra mim, p*. Desculpa meu modo de falar. Me multe depois, cara, me multe depois”. Foi o discurso do rookie em sua primeira entrevista, logo após ser draftado pelo Atlanta Falcons.

Takkarist assinou seu contrato inicial com o Falcons ainda em maio e está atualmente participando do Training Camp da franquia de Atlanta. O defensive player também está se recuperando de uma cirurgia que fez no ombro durante a off-season.

Quem segue o jogador em suas redes sociais, pode ver como o novato está animado com a temporada se aproximando e com sua nova vida em Atlanta. No entanto, sabemos agora que há muito mais por trás de suas incansáveis coreografias.

Takk dança, pois conseguiu escapar.

 Fonte: Bleacher ReportLA TimesDaily NewsThe Falcons WireESPN,

One thought on “A HISTÓRIA DE SUPERAÇÃO DE TAKKARIST MCKINLEY

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *