GLOSSÁRIO DE TERMOS DA NFL

GLOSSÁRIO DE TERMOS DA NFL

Estamos na intertemporada da NFL e já começaram as negociações de jogadores e trocas entre os times. Há termos que às vezes confundem os fãs, especificamente para essa época quando as negociações estão à mil. Veja um pequeno glossário dos principais termos que os torcedores podem encontrar.

Cálculo de temporadas acuradas: o jogador recebe uma temporada acurada para cada temporada em que ele esteja, ou deveria estar, em status completo por um total de 6 ou mais jogos de temporada regular, mas independentemente do estado de remuneração do jogador, não deve incluir jogos no qual o jogador estava:

  • na lista de isenção de permissão do comissário;
  • na lista PUP (Physically Unable to Perform) como resultado de uma lesão na relacionada a Futebol Americano,
  • no “practice squad” de um time.

Exclusive Rights Player (jogador de direitos exclusivos): jogador com menos de 3 temporadas acuradas cujo contrato expirou mas recebeu a proposta exigida. Jogadores com direitos exclusivos exigidos não podem assinar com outros times, a menos que a exigência seja revogada

Unrestricted Free Agent (agente livre irrestrito): jogador veterano que tenha completado seu contato e que não está mais sujeito a quaisquer direitos de negociação, direito de primeira recusa ou compensação de escolha de draft a seu clube anterior. São livres para assinar com qualquer time.

Restricted Free Agent (agente livre restrito): veterano com 3 temporadas acuradas e que completa seu contrato mas que está sujeito a ter direito a primeira recusa e/ou uma compensação de escolha de draft a favor do seu clube primário. Agentes restritos podem ser oferecidos em 4 níveis:

  • Direito de primeira recusa apenas (sem compensação de escolha de draft)
  • Direito de primeira recusa e compensação de draft na rodada original de escolha do jogador
  • Direito de primeira recusa e compensação de segunda rodada de draft
  • Direito de primeira recusa e compensação de primeira escolha de draft

Franchise Tag: é a designação do time a um determinado jogador marcado a se tornar um “unrestricted free agent“. A tag “cerca” o jogador por um ano caso certas condições sejam cumpridas. Ela só pode ser designada a um jogador por ano. A Franchise Tag deve oferecer um ano de contrato por montante que não deve ser menor do que a média dos 5 maiores salários da posição do jogador em questão a partir de abril do ano de vigência da Tag, ou 120 porcento do salário anterior do jogador, o que é um valor maior. Jogadores com a Franchise Tag não podem negociar com outros times. Caso a Franchise Tag seja exclusiva, o jogador deve receber um ano de contrato com a média dos 5 maiores salários da posição ou 120 porcento do salário do seu ano anterior. Um jogador com a Franchise Tag não exclusiva pode negociar com outros times, mas se ele receber uma oferta de outro time, o time original do jogador tem o direito de igualar os termos da oferta ou caso não iguale, o time perde o jogador, mas recebe 2 escolhas compensatórias de draft.

Transition Tag: o time pode designar a transition Tag a um jogador marcado a se tornar um unrestricted free agent, ela garante ao time original do jogador o direito de primeira recusa a igualar qualquer oferta que o jogador pode fazer do outro time. Ela pode ser usada apenas uma vez por ano por cada time. Deve ser oferecido ao jogador o contrato de um ano pela média dos 10 maiores salários da posição ou 120 porcento do salário do jogador no ano anterior. A designação da Transition Tag dá ao clube o direito de uma primeira recusa a igualar a oferta em 7 dias depois que uma oferta é dada ao jogador por outro time. Se o time iguala, ele mantém o jogador. Se ele não iguala, não recebe compensação.

Compensatory Draft Picks (escolhas de draft compensatórias): são escolhas adicionais às 32 escolhas de cada rodada no draft da NFL. São 32 escolhas dadas ao fim das rodadas de 3 a 7. Elas são dadas aos times que perderam mais Free Agents do que receberam no mesmo ano. Times que perderam e ganharam o mesmo número de jogadores mas perdem jogadores de maior valor, também podem receber uma escolha, mas apenas na 7ª rodada, depois de todas as outras escolhas compensatórias. O posicionamento é determinado através de uma fórmula que envolve o salário do jogador, tempo de jogo e prêmios de pós temporada com seu novo time, com o salário sendo o fator primário. As escolhas compensatórias são dadas a cada ano na reunião anual da NFL, que geralmente é realizada no final de março, cerca de 3 a 4 semanas antes do draft.

Practice Squad (time de treino): é um time à parte que cada equipe tem direito, além do time de 53 jogadores. Os componentes consistem em jogadores que não jogaram sob as seguintes circunstâncias (considerando que eles não estiveram mais de 2 temporadas anteriores no practice squad):

  • jogadores que não tenham uma temporada acurada de experiência na NFL,
  • jogadores Free Agents que estavam na lista ativa por menos de 9 jogos em uma única temporada acurada.

Outro tipo de jogador que pode estar no practice squad é aquele que está no practice squad por uma 3ª temporada apenas se o time que o emprega tiver pelo menos 53 jogadores na sua lista de ativos/inativos durante todo o seu período de emprego. Pode-se considerar que um jogador passou pelo practice squad durante uma temporada se ele passou pelo exame físico do time e foi membro do practice squad do time por pelo menos 3 jogos de temporada regular ou pós-temporada, durante seus 2 primeiros anos ou, pelo menos, um jogo de temporada regular ou pós-temporada durante seu 3º ano no practice squad. A partir de 2016, o número de jogadores no practice squad passou de 8 para 10 membros.

Esses são alguns dos termos mais usados, se você tiver alguma dúvida, pergunte pelos comentários ou por nossas redes sociais e teremos o maior prazer em ajudar! Enjoy!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *