FUTEBOL AMERICANO NAS ESCOLAS

FUTEBOL AMERICANO NAS ESCOLAS

Projeto de Lei quer futebol americano nas escolas municipais

Há alguns dias, fomos surpreendidas com um projeto de lei do vereador Tibério Limeira, de João Pessoa – Paraíba. A intenção agradou entusiastas do futebol americano por todo o país e propõe a inclusão do esporte nas escolas municipais.

futebol americano nas escolas
Ver. Tibério Limeira (arquivo pessoal)

A notícia repercutiu de norte a sul. Assim, procuramos o vereador para que tivesse a oportunidade de explicar mais sobre o papel do legislador, do poder público e de iniciativas como estas para incentivar o FABr.

Luluzinha: O que motivou a elaboração do projeto que inclui o futebol americano nas escolas?

Vereador Tibério Limeira: Antes ser eleito vereador, fui Secretário de Estado da Juventude, Esporte e Lazer. Foi durante a minha passagem pela secretaria, que tive a oportunidade de conhecer a equipe do João Pessoa Espectros. Foi graças a essa vivência que eu me encantei e conheci mais sobre o FA.

Quando o Espectros ganhou o título nacional, em 2015, eu ainda estava como secretário. Desde então, assumi um compromisso com a equipe. Em qualquer representação pública que eu estivesse, estaria na luta pela valorização do esporte em geral, e, principalmente, do futebol americano.

Cumprindo meu compromisso, me reuni com Diego Martins, diretor do JP Espectros e Guto Susa, à época presidente da CBFA. A intenção era levar estas propostas de um projeto de lei incluindo o FA como uma modalidade da disciplina de educação física nas escolas municipais. Ajustamos algumas coisas e o projeto foi finalizado e protocolado na Câmara Municipal. Portanto, o projeto nasceu dessa relação construída com o JP Espectros e todas as pessoas que estão na linha de frente do FA aqui na cidade. 

Luluzinha: O Sr. acompanha o esporte (NFL ou Futebol Americano no país)?

Vereador Tibério Limeira: Sempre vi apenas as matérias na TV sobre os jogos de FA. Confesso que, antes de 2013, nunca tive a paciência de sentar pra assistir um jogo e entender melhor as regras. Aprendi a gostar depois que passei a assistir, pessoalmente, o João Pessoa Espectros. Nos primeiros jogos, costumava sentar ao lado dos ex-jogadores ou familiares que entendiam do jogo pra poder compreender o que estava se passando. Até que aprendi rápido e logo estava apaixonado pelo esporte,  passando a acompanhar os jogos da NFL, além do nosso campeonato nacional.

futebol americano nas escolas
João Pessoa Espectros foi quem incentivou o Vereador

Luluzinha: O Sr. acredita que, se aprovado, este projeto poderá  viabilizar ajuda (tanto pública como privada) da equipe do João Pessoa Espectros?

Vereador Tibério Limeira: Creio que isso não aconteça de maneira automática. Estamos construindo processos e possibilidades. Acredito que o JP Espectros é um dos pilares fundamentais para a popularização do FA na cidade.

Foi a insistência e militância deles que fez com que o FA fosse respeitado em João Pessoa. Então, acredito que esse projeto contribua no fortalecimento desse movimento. Isto vai gerar boa visibilidade ao esporte. E, naturalmente, vai resultar em investimentos públicos e privados. Muito em breve todos perceberão que vale muito a pena associar as suas marcas à modalidade esportiva que mais cresce no país. Acredito que o projeto chegue pra valorizar e fortalecer ainda mais este processo, podendo proporcionar investimentos para o JP Espectros e para o FA em geral, aqui em nossa cidade.

Luluzinha: Existe algum outro projeto que beneficie a prática do esporte na cidade?

Vereador Tibério Limeira: Não conheço. Mas nós ainda pretendemos, inicialmente, apresentar mais um projeto de lei. Como por exemplo, a criação do dia municipal do futebol americano aqui na cidade para fortalecer e dar ainda mais visibilidade à modalidade.

Luluzinha: Qual o papel do poder público no que se diz respeito à pratica de esportes amadores, o qual os atletas, muitas vezes, financiam o próprio campeonato?

Vereador Tibério Limeira: Acredito que o papel do poder público é o de ser indutor. Ele precisa ser o fator decisivo para que o esporte amador possa ser fortalecido. Acredito que seja necessário um financiamento nacional bem definido para o esporte amador. Assim os recursos chegarão aos estados e municípios, de maneira direcionada, com obrigatoriedade de investimento no esporte amador. Defendo um aumento gradativo, porém significativo, nos orçamentos públicos destinados ao esporte amador.

Luluzinha: O futebol americano é o esporte que mais cresce no país. Porém, a falta de apoio acaba por dificultar sua realização (liberação de espaços para os jogos e patrocínios, por exemplo). O senhor acredita que, se aprovado esse projeto, outros municípios do país, poderão criar projetos e iniciativas que ajudem o FABr?

Vereador Tibério Limeira: Acredito muito nisso, agora. Confesso que, inicialmente, não pensei na possibilidade de que o nosso projeto pudesse gerar algum tipo de movimento em outros municípios, mas agora já é um sentimento posto, não só aqui em João Pessoa. E a ideia inicial era exatamente essa. Incentivar o esporte. Colocar o FA na pauta prioritária, e que isso pudesse gerar um movimento ainda maior de fortalecimento e divulgação aqui na cidade e no Estado.

Luluzinha:  Desde que foi divulgado o projeto que inclui o futebol americano nas escolas, os entusiastas do esporte mostraram apoio e aplaudiram a iniciativa. O senhor achou que teria esta repercussão toda?

Vereador Tibério Limeira: De forma alguma. Mas fiquei muito feliz com o alcance da nossa postagem nas redes sociais e com o debate que a “turma do FA” vem travando. Demonstraram muita solidariedade e contribuíram para que eu me apropriasse ainda mais sobre o tema, para fazer o melhor debate lá na Câmara e na sociedade.

Torcemos para que o projeto seja aprovado e que a iniciativa se multiplique por todo o Brasil!

O esporte é uma das formas de moldar caráter e ética das pessoas. E é isso que o Luluzinha apoia também!

<3

One thought on “FUTEBOL AMERICANO NAS ESCOLAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *