ERIC DECKER JOGARÁ POR MARIOTA, E NÃO POR VINGANÇA

ERIC DECKER JOGARÁ POR MARIOTA, E NÃO POR VINGANÇA

Será que a ‘lei do ex’ se aplica ao futebol americano? Pelo menos para Eric Decker parece que não. Neste sábado, 12, o WR terá a oportunidade de enfrentar pela primeira vez sua ex-equipe, o New York Jets, em um jogo de pré-temporada, mas afirmou que não jogará por vingança.

Antes de chegar ao Tennessee Titans, Decker tinha um contrato de cinco anos com a franquia de Nova York, porém foi cortado após a terceira temporada. Uma cirurgia no quadril e outra no ombro do atleta, além do desejo do Jets de aliviar seu salary cap, abreviaram o vínculo entre as partes.

Decker não chegou a ficar nem uma semana desempregado, pois logo assinou com o Titans o contrato que tem duração de um ano. Agora, às vésperas do jogo contra a equipe que o dispensou, ele garante que não está focado em mostrar ao Jets o que eles estão perdendo, mas sim em melhorar sua química com Marcus Mariota: “Eu não me preocupo com essas coisas. Eu estou feliz por estar aqui. Estou entusiasmado com o que somos capazes de fazer. Basta colocar o trabalho nisto.”, disse o WR.

Nova chance no Titans

A saída de Decker proporcionou ao Jets uma economia de US$ 7,25 milhões no salary cap. Como não foi trocado, o atleta ficou livre para negociar com as outras franquias. Acabou optando pelo Titans pelo fato de sua família residir em Nashville.

Apesar de já estar recuperado das cirurgias, o WR não deve começar o jogo deste sábado como titular. Ele falou como se sente:

“Este é o melhor (momento) tanto em força quanto em mobilidade e de tudo que senti por um longo tempo, então estou feliz de ter cuidado dessas coisas. É lamentável que tenha acontecido. Nunca quis ser colocado no Injured Reserve, ou perder tempo e estar longe do jogo. Mas nesse momento, estou em um bom lugar fisicamente e mentalmente.”

Decker falou também sobre seu QB, Marcus Mariota:

“Ele tem bons instintos, parece muito confortável com o sistema. Nos coloca em locais para sermos bem sucedidos e faz as leituras corretas. Nosso trabalho é apenas estar nos lugares que ele espera que estejamos. Estamos chegando lá, fazendo um bom progresso.”

Agora é acompanhar a partida entre Tennessee Titans e New York Jets para ver se Eric Decker vai ou não aplicar a lei do ex.

(Fonte: AP_NFLNFL.com)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *