DOUG MARTIN E AS SUSPENSÕES POR USO DE SUBSTANCIAS PROIBIDAS

DOUG MARTIN E AS SUSPENSÕES POR USO DE SUBSTANCIAS PROIBIDAS

Na NFL existem duas políticas de suspensão por uso de substancias proibidas. A primeira delas diz respeito ao uso de drogas que podem melhorar a performance do atleta, por exemplo, as anfetaminas. A segunda, remete à “substâncias de abuso” e inclui drogas que não necessariamente ajudam no desempenho do jogador, mas são utilizadas para fins recreativos, como a maconha.

A última suspensão por uma dessas políticas envolveu o running back do Tampa Bay BuccaneersDoug Martin, que ficará quatro partidas sem jogar por violar aquela que condena o uso de drogas que melhoram a performance. O atleta anunciou a suspensão por meio de um comunicado, nessa quarta-feira, 28/12. A mídia especializada informou que Martin usava Adderall, uma droga psicoestimulante, composta de sais de anfetamina, que tem a venda controlada, uma vez que tem alto índice de abuso e vício.

Doug Martin

No comunicado, o jogador disse:

“Eu fui notificado sobre a suspensão de quatro jogos por violar a política de drogas da liga na semana passada. Meu instinto inicial era apelar a suspensão e acabar a temporada com os meus colegas de time. No entanto, depois de discutir o assunto com pessoas próximas a mim, incluindo o técnico Dirk Koetter, eu começo a suspensão imediatamente, assim, eu inicio o tratamento e recebo a ajuda que eu realmente preciso.”

O running back reconhece, ainda, que precisa ser forte e determinado para superar dores e lesões e assim, se tornar um corredor de elite da NFL. Fora do campo, na sua vida pessoal, admitiu passar por problemas semelhantes, e que não consegue vencer essas batalhas sozinho, além disso, que não há vergonha em pedir ajuda.  Por fim, Doug Martin pediu desculpas por ter decepcionado a todos, inclusive a si, e disse que esta não era a temporada que ele havia vislumbrado.

No entanto, o jogador está longe de estar sozinho neste problema. A lista de jogadores suspensos por uma dessas políticas é gigante! Só em 2016, 52 (CINQUENTA E DOIS) atletas foram punidos pelo uso de substâncias proibidas, seja para fins recreativos ou para melhora de rendimento. Nomes como DeMarcus Lawrence, DE do Dallas Cowboys (suspenso no começo do ano, por quatro jogos, pelo uso de anfetaminas) e Le’Veon Bell, RB de destaque do Pittsburgh Steelers (punido com três jogos de suspensão a princípio, que depois foram reduzidos para dois) levaram essa bronca em 2016. Embora a punição tenha acontecido no começo do ano, ambos desfalcaram seus times no início da temporada, que teve início em setembro.

Le’Veon Bell

O tempo de punição varia, de dois jogos de suspensão até tempo indefinido. Uso de substancias que podem mascarar resultados, como diuréticos, levam a dois jogos de suspensão. O uso de estimulantes e esteroides são punidos com quatro jogos. A tentativa de manipular o resultado de um exame que comprova o uso de drogas gera 6 partidas de castigo. A segunda reincidência, 10 jogos; a terceira, suspensão por tempo indefinido.

Algum jogadores tem problemas tão sérios com a política de uso de substâncias proibidas, que já foram suspensos pela liga QUATRO vezes:

WR Josh GordonCleveland Browns: suspenso em junho de 2013 (2 jogos), agosto de 2014 (a princípio por toda a temporada, depois, reduzido para 10 jogos), fevereiro de 2015 (temporada inteira), julho de 2016 (4 jogos). Deixou o Browns em Setembro, para se dedicar à rehab.
LB Rolando McClain – Dallas Cowboys: suspenso em julho 2015 (4 jogos), junho 2016 (10 jogos), novembro 2016 (16 jogos), dezembro 2016 (tempo indefinido). O jogador está suspenso por tempo indeterminado, por ter violado a política de substâncias de abuso.
FS/DB Tanard Jackson – Tampa Bay Buccaneers/Washington Redskins: suspenso em agosto de 2008 (4 jogos), setembro de 2010 (indefinidamente, voltando em outubro de 2011), agosto de 2012 (indefinido, voltou em agosto de 2014), julho de 2014 (indefinidamente). Ainda está suspenso.
FS/SS Will Hill – New York Giants/Free Agent: suspenso em outubro de 2012 (4 jogos), julho de 2013 (4 jogos), maio de 2014 (6 jogos), março de 2016 (10 jogos). Na sua última suspensão, ele jogava para o Baltimore Ravens e após a punição, foi dispensado pelo time.

Rolando McClain

Bom, sabemos que este é um problema sério e que pode prejudicar muito a vida e carreira de um atleta. Alguns acham parte dessa política rigorosa de mais, principalmente quando a substancia utilizada é a maconha. Será? Devemos lembrar que ser jogador da NFL é o desejo de muito adolescente e não é uma boa vitrine para a liga ter esse problema estampado.

A temporada acabou mais cedo para Doug Martin. Vamos ver como ele volta no próximo ano e se o Buccaneers dará mais uma chance para o atleta.

One thought on “DOUG MARTIN E AS SUSPENSÕES POR USO DE SUBSTANCIAS PROIBIDAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *