DONO DO BILLS QUER QUE O TIME CONQUISTE MAIS RESPEITO

DONO DO BILLS QUER QUE O TIME CONQUISTE MAIS RESPEITO

Diz o ditado “respeito é bom e todo mundo gosta”. É esse respeito que o dono do Buffalo Bills, Terry Pegula, quer que o seu time reconquiste nesta temporada. A equipe é a que tem mais tempo nos 4 esportes americanos sem ir à pós-temporada, já são 17 anos de “seca”.

A declaração foi dada numa coletiva de 11 minutos nesse meio de semana no centro de treinamento do time, encerrando a primeira semana do training camp do Bills. E ele sonha em acabar com a seca já este ano:

“Minha expectativa é que ganhemos algum respeito em campo. As pessoas respeitam organizações e times que vencem, e é o que temos que chegar. Nós temos que ganhar o respeito do resto da liga. O Buffalo Bills tem que ganhar. Se você botar as peças certas do quebra-cabeça, o respeito, você ganha, trabalhando duramente, ser assertivo, eu acho que é assim que se chega aos playoffs. Tenho esperança, nós podemos fazer isso este ano.”

Foto: Divulgação

Pegula espera que esse respeito venha após promover uma reformulação geral no Bills. E isso já começou na última semana da temporada passada com a demissão do técnico Rex Ryan. A renovação continuou no dia seguinte ao draft quando o General Manager Doug Whaley também foi demitido.

Quem veio para renovar o Bills?

Para ocupar esses lugares, Pegula trouxe 2 estreantes, o técnico Sean McDermott e o General Manager Brandon Beane que têm várias coisas em comum. Os dois são jovens, perto dos 40 anos, e passaram as 6 últimas temporadas no mesmo time. McDermott era coordenador defensivo e Beane o General Manager Assistente do Carolina Panthers.

Terry Pegula ressaltou a necessidade da continuidade para que o GM e o técnico reconstruam o Bills e demonstrem isso em campo junto com sua liderança. Ele também disse que será paciente para que isso aconteça.

Brandon Beane e Sean McDermott (Fotos: Divulgação)

Continuidade é algo que tem faltado ao Buffalo Bills. Dos 90 jogadores do roster no training camp do ano passado, apenas 30 ainda estão no time. O mesmo se repete em relação aos técnicos e à administração desde que a seca começou. McDermott é o 8º técnico do time e Beane o 7º GM desde 2000.

Desde que Pegula comprou o time há 3 anos após a morte do fundador/proprietário Ralph Wilson, isso tem se mostrado um problema recorrente. Na temporada de 2014 Doug Marrone optou por encerrar seu contrato; sendo seguido por Rex Ryan, que ficou por 2 anos. McDermott é agora o 3º técnico na administração de Terry Pegula.

O time fica onde está

Durante a entrevista, Pegula descartou a especulação sobre planos de construção de um novo estádio, que substituiria o atual New Era Field construído em 1973. O proprietário ressaltou que em 2013 foi feita uma reforma no valor de US$130 milhões como parte de um acordo total de US$271 milhões com os governos estadual e do condado. Desse contrato, quando perguntado sobre essa opção, Pegula disse que ele não tem a intenção de quebrar o proposto. Se mantiver sua palavra, parte do respeito que ele tanto deseja pode aparecer junto à torcida do Buffalo Bills.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *