DOIS TIMES, UM ÍDOLO. QUEM SENTIRÁ MAIS FALTA DE PEYTON MANNING?

DOIS TIMES, UM ÍDOLO. QUEM SENTIRÁ MAIS FALTA DE PEYTON MANNING?

Não é necessário dizer a importância de Peyton Manning para o esporte. Detentor de vários recordes, campeão do Super Bowl e ídolo de vários torcedores, em especial, de dois times, o Indianápolis Colts e o Denver Broncos, que se enfrentarão esse domingo (dia 15/09). Como será esse confronto com o fim da “era Manning”, já que desde o começo de sua carreira Peyton participou de todos os jogos?

Manning entrou na NFL em 1998 como a primeira escolha geral do draft pelo Indianápolis Colts e lá, colecionou títulos e recordes, como 11 escolhas de Pro Bowl, 4 prêmios de MVP e um Super Bowl. Em 2011, ele precisou passar por 3 cirurgias no pescoço e na coluna, tendo seu afastamento e rescisão de contrato divulgados pelo Colts em 2012. Ao entrar para o Broncos no mesmo ano, Manning encontrou o carinho de uma nova torcida, recordes, incluindo o de maior número de touchdowns (539) e mais um anel do Super Bowl, encerrando sua carreira com “chave de ouro”.

O Indianápolis Colts depois de um ano terrível sem Manning e com uma campanha de 14 derrotas e apenas 2 vitórias, viu sua esperança renascer ao draftar Andrew Luck na primeira rodada de 2012, que já em seu ano de estreia, surpreendeu crítica e torcida ao bater o recorde do seu antecessor, em jogos com 300 ou mais jardas.

pm

Nos confrontos Colts X Broncos, o Colts levou a melhor sob comando de Manning com 8 vitórias e 2 derrotas, incluindo 2 vitórias em playoffs, com direito a um expressivo 49 a 24 em casa.

Após assumir o comando do ataque do time de Denver, Manning trocou de lado e teve 3 derrotas (sendo uma em pós temporada) e apenas uma vitória.

alts

No domingo, teremos um confronto antigo com uma cara nova, de um lado, o Denver Broncos com Trevor Siemian, calouro que vem de uma vitória em sua estreia e do outro, o Indianápolis Colts, trazendo um já consolidado Andrew Luck que saiu derrotado de sua primeira partida, apesar de ter tido uma atuação bastante destacada. Em comum, um objetivo: mostrar que existe vida, e títulos, sem Peyton Manning.

Conte nos comentários quem você acha que tem mais condições de encarar esse desafio?

[poll id=”12″]

2 thoughts on “DOIS TIMES, UM ÍDOLO. QUEM SENTIRÁ MAIS FALTA DE PEYTON MANNING?

  1. Legal. Só uma correção:

    Manning, com os Broncos, tem uma vitória (2014) e 3 derrotas (2013, 2014 nos playoffs, e 2015).

    1. Foi erro meu, fiz a estatística pensando em Peyton Manning e não nos times. Corrigido. Obrigada pelo aviso!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *