DECLARAÇÃO POLÊMICA DE BEN MCADOO DIVIDE OPINIÕES APÓS DERROTA DOS GIANTS

DECLARAÇÃO POLÊMICA DE BEN MCADOO DIVIDE OPINIÕES APÓS DERROTA DOS GIANTS

Eli Manning não vai querer lembrar dessa última segunda-feira tão cedo. Não bastasse a derrota na Semana 2 para o Detroit Lions, os 5 sacks e a interceptação sofridos no jogo, o veterano QB ainda foi publicamente responsabilizado pelo técnico Ben McAdoo.

A declaração se refere a uma jogada que enterrou as chances de virada dos Giants (que até então perdia por uma diferença de 10 pontos). Com cerca de 5 minutos restando no terceiro quarto, o time estava a duas jardas de marcar um Touchdown numa quarta descida. A jogada foi interrompida por um “delay of game” (falta por atraso de jogo). Isso obrigou o time a se contentar com os 3 pontos do field goal.

Na entrevista pós-jogo, McAdoo, se manifestou quanto ao ocorrido na jogada:

“Foi uma jogada descuidada do QB. Ele e o Center precisam estar na mesma página. Precisamos conseguir o snap”.

Eli Manning, QB do time e responsabilizado pelo técnico, assumiu a culpa pelo erro.

“Eu tenho que pedir o tempo ou conseguir o snap. Quando acontece um delay of game, a responsabilidade é do quarterback, e eu não posso me dar ao luxo de deixar isso acontecer”.

Na mesma entrevista, o jogador completou dizendo que “pode jogar melhor” (sim, você pode, Eli).

 

A reclamação de Ben McAdoo foi justa?

A declaração de McAdooo gerou sentimentos opostos na torcida e na mídia. Se parte das pessoas apoiou a fala “rasgada” do técnico, grande parte dos torcedores e jornalistas criticaram a objetividade da justificativa de McAdoo.

O motivo das críticas? O problema dos Giants não é uma jogada ou um jogador. Temos que lembrar que além das duas derrotas, o time marcou apenas 13 pontos e um TD em dois jogos. McAdoo, que deve seu cargo ao ótimo desempenho como coordenador ofensivo do time, não conseguiu estruturar o ataque, mesmo com bons alvos para receber a bola. Ereck Flowers, left tackle da equipe, puxa a fila dos desempenhos fracos da linha ofensiva.

E uma linha ofensiva irregular somada a um QB com sérios problemas de mobilidade é a receita certa para o fracasso no ataque.

Manning pode melhorar? Não só pode, como deve! A dificuldade do jogador de converter terceiras descidas e concluir os passes é preocupante, mas trabalhável. Porém, responsabilizá-lo explicitamente, quando toda a performance ofensiva do time deixou a desejar, pode ter sido um sério equívoco.

Fontes: Yahoo Sports, ESPN.com

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *