CONTAGEM REGRESSIVA PARA O SUPER BOWL LII: OPENING NIGHT

CONTAGEM REGRESSIVA PARA O SUPER BOWL LII: OPENING NIGHT

A Opening Night, evento de abertura do Super Bowl LII, aconteceu na noite dessa segunda-feira (29) em Minneapolis. Os jogadores e treinadores do Philadelphia Eagles e New England Patriots conversaram com a imprensa nesse evento que marca o início da contagem regressiva para a final da NFL. Confira abaixo os principais momentos dessa noite marcante para a temporada 2017 da Liga.

O desempenho de Nelson Agholor

Após duas temporadas (2015-2016) com números não tão animadores e questionado pelos fãs de Philadelphia, Agholor praticamente duplicou sua produção em 2017. Foram 62 recepções, 768 jardas e 8 touchdowns.

Nelson também foi questionado sobre a mudança de sua posição, pois com a adição de Alshon Jeffery e Torrey Smith como outside receivers, ele pode jogar na posição de slot.

“Trabalho árduo. 100% de trabalho árduo. Para continuar a melhorar, é preciso confiar em seu trabalho. Uma coisa é espaço. Jogar ‘dentro’ com muito espaço e com caras que tem que me perseguir em todo o campo e não só em um terço dele. O que eu amo é que isso me dá a oportunidade de usar a velocidade, correr e parar, fazer movimentos em várias direções, porque eles (adversários) não sabem pra onde estou realmente indo, pois há muito campo para cobrirem.” 

Bill Belichick e uma cena rara

Tom Brady também falou sobre as coisas que podem fazer Bill Belichick sorrir: marinha, lacrosse, Lawrence Taylor e Bon Jovi. Já Danny Amendola afirmou que só o viu sorrir duas vezes: ambas após uma vitória no Super Bowl.

No caso do Openning Night, Bill não apenas sorriu como gargalhou com uma piada feita justamente para tirar um sorriso do coach. “What did the football coach say to the pay phone? (O que um treinador de futebol disse para o telefone público?)” “I want my quarter back” (Eu quero minha moeda de volta – usando um trocadilho com as palavras ‘quarter’ e ‘back’).

Aproveitando o bom humor de Belichick, a NFL Network inclusive fez uma contagem das risadas do head coach:

Para tudo há uma primeira vez

Apesar da Opening Night ser comum para alguns jogadores e integrantes da comissão técnica do Patriots, alguns deles ainda não passaram por esta experiência. É o caso de Rex Burkhead. O running back passou quatro temporadas no Cincinnati Bengals antes de assinar com o Patriots.

“É ótimo fazer parte disso. É algo que você sonha desde criança, então estar aqui experimentando isso é muito legal.” 

Burkhead recebeu muitos conselhos dos companheiros, que afirmavam: “apenas aproveite cada momento, porque você nunca sabe quando você vai voltar”.

SKOL? FOLES!

Os torcedores do Philadelphia Eagles fizeram sua própria versão da saudação utilizada pelos torcedores do Minnesota Vikings. Ao inves do grito “SKOL”, os torcedores gritavam “FOLES”. Obviamente foram vaiados, por estarem em Minnesota, mas isso não impediu a brincadeira e provocação saudável.

Nada de aposentadoria

Brady foi claro ao declarar que não pensa em se aposentar após o Super Bowl LII:

“Não quero nunca ser prejudicial a equipe. Então enquanto estiver jogando em alto nível, me comprometo a cuidar de mim mesmo durante o ano e vou continuar jogando. As coisas mudam rapidamente, qualquer coisa pode acontecer. Mas obviamente eu quero continuar jogando. Eu adoro jogar. Adoro jogar pelo Patriots.”

Os quarterbacks de Philadelphia

Carson Wentz, que era forte candidato ao prêmio de MVP da temporada até sofrer uma lesão no ACL, também compareceu ao evento. O quarterback expressou apoio para Nick Foles, que por sua vez, afirmou que Wentz é o MVP da Liga.

“Não, não imaginei que seria titular no Super Bowl quando a temporada começou. Ele (Carson) é um dos melhores da NFL. Ele tem um futuro brilhante. Mal posso esperar para ver o que ele fará no futuro. Ele terá uma ótima carreira e sua hora chegará.” disse Foles.

Sobre jogar contra Tom Brady, Foles afirmou que o quarterback adversário é um dos melhores:

“Estou entusiasmado com o desafio. Quando você joga este jogo, realmente quer jogar contra o melhor. Estou feliz e ansioso para jogar o Super Bowl no domingo.”

The Underdogs

 

Parece que todos em Philadelphia adotaram o apelido de underdogs.

Ninguém nos escolheu no início do ano. Ninguém nos escolheu depois que Carson se machucou. Ninguém apostou na gente na primeira rodada, na segunda rodada, na NFC Championship. Estamos ansiosos por estarmos aqui.” disse o DE Brandon Graham.

Após a declaração, Brandon colocou uma máscara de cachorro para representar sua fala e continuou respondendo as perguntas dessa forma.

Fiquem ligados para mais informações sobre o tão esperado Super Bowl LII!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *