CHEGOU A BLACK MONDAY! VEJA QUEM SAIU E QUEM PODE SER HEAD COACH

CHEGOU A BLACK MONDAY! VEJA QUEM SAIU E QUEM PODE SER HEAD COACH

Acabou o ano e a temporada regular da NFL! E com ela chegou a temida “Black Monday”, quando os times demitem os técnicos que não corresponderam ao esperado. Alguns times nem esperaram a segunda-feira e já entregaram as cartas de demissão ainda no domingo.

Uma despedida que não foi por demissão foi a de Bruce Arians. O técnico do Arizona Cardinals anunciou ainda no domingo aos jogadores, após a vitória sobre o Seattle Seahawks, que aquele seria seu último jogo. Arians se aposenta após cinco anos sob o comando do Cardinals e duas aparições na pós-temporada.

Enquanto algumas demissões já eram esperadas como a de Chuck Pagano do Indianápolis Colts, algumas foram consideradas surpresas como a de Jack Del Rio do Oakland Raiders.

Vamos repassar agora por quem saiu do time com o seu histórico. Também vamos ver quem estava balançando no seu cargo mas foi garantido para a próxima temporada. E confira também aqueles que podem sair das comissões técnicas para preencher as vagas em aberto na dança das cadeiras causada pela Black Monday.

Técnicos demitidos

  • Ben McAdoo (New York Giants): foi o primeiro demitido da temporada. Sua demissão aconteceu no começo de dezembro após o Giants perder para o Oakland Raiders por 24-17 e a franquia com uma campanha 2-11. O time terminou com uma campanha 3-13.
  • Chuck Pagano (Indianapolis Colts): depois de levar o time aos playoffs por três temporadas seguidas, Pagano não conseguiu repetir o feito por outras três. Além disso, soma-se os problemas com a linha ofensiva e as lesões de Andrew Luck. O Colts terminou a temporada com o recorde 4-12.
O desejo do torcedor do Colts se realizou: Chuck Pagano finalmente foi demitido na Black Monday

 

  • Jack Del Rio (Oakland Raiders): o time comandado por Del Rio era considerado um “Super Bowl Contender” no começo da temporada. Mas nem a volta de Marshawn Lynch da aposentadoria fez o ataque progredir. A defesa também deixou a desejar. Del Rio deixa o time após uma campanha 6-10.
  • Jim Caldwell ( Detroit Lions): Caldwell foi demitido após o Detroit Lions não chegar aos playoffs nesta temporada mesmo com uma campanha 9-7. A carreira de Caldwell foi marcada por falhas em jogos decisivos, derrotas por poucos pontos e por mau gerenciamento dos jogos, seja pelo relógio ou chamadas erradas.
  • Don Capers (coordenador defensivo do Green Bay Packers): depois de ficar fora da pós-temporada pela primeira vez em nove anos, o Green Bay Packers atendeu aos pedidos da defesa e demitiu seu coordenador defensivo. A defesa do Packers sofreu com lesões ao longo do ano e terminou como a 26ª da Liga. O Packers terminou a temporada com o recorde 7-9.
  • John Fox (Chicago Bears): Fox foi demitido após o Bears terminar em último na NFC North pelo 3º ano seguido. O Bears termina seu ano com uma campanha 5-11.
Agora que John Fox foi demitido, será que Cairo Santos continua no Bears?

Técnicos que permanecem no cargo

  • Vance Joseph (Denver Broncos): mesmo após uma temporada 5-11 dois anos depois do time conquistar um Super Bowl, o GM John Elway garantiu a permanência do estreante Vance Joseph no cargo. Entretanto, o time já fez demissões em cargos da comissão técnica em todos os setores (ataque, defesa e times especiais).
  • Hue Jackson (Cleveland Browns): nem a campanha 0-16 tirou Jackson da liderança do Browns. Assim, o Browns foi o segundo da história a perder todos os seus jogos na temporada. O dono do Browns, Jimmy Haslam, disse à NFL Network que “tem confiança em Hue Jackson.”
Recorde 1-31 em 2 temporadas, mas ainda empregado. Esse é Hue Jackson do Cleveland Browns (Foto: Jason Miller)
  • Dirk Koetter (Tampa Bay Buccaneers): o Bucs não chegou à pós-temporada pelo 10° ano consecutivo, mas Koetter ganhou a chance de evitar que o 11º ano aconteça. O Buccaneers terminou o ano com uma campanha 5-11.
  • Jay Gruden (Washington Redskins): as esperanças de ir à pós-temporada do Redskins foram minadas por lesões ao longo da temporada. Ao ver que Gruden e sua comissão técnica passaram por dificuldades com as lesões, a família Snyder decidiu manter o técnico no cargo. O Redskins terminou com o recorde 7-9.
  • Todd Bowles (New York Jets): Bowles teve seu contrato renovado na sexta-feira antes do começo da rodada junto com o GM Mike Maccagnan. Bowles passou pela indecisão de achar seu quarterback até o início da temporada e terminou sua campanha com 5-11.

Quem vai para onde?

Agora começam as especulações de quem preencherá as vagas em branco. Vários membros de comissões técnicas são considerados alvos pelos bons desempenhos dos setores onde atuam. Vejam os principais candidatos:

  • Josh McDaniels – coordenador ofensivo do New England Patriots
  • Pat Shurmur – coordenador ofensivo do Minnesota Vikings
  • John DeFilippo – técnico de quarterbacks do Philadelphia Eagles
  • Matt Nagy – coordenador ofensivo do Kansas City Chiefs
  • Matt Patricia – coordenador defensivo do New England Patriots
  • Jim Schwartz – coordenador defensivo do Philadelphia Eagles
  • Steve Wilks – coordenador defensivo do Carolina Panthers
  • Dave Toub – coordenador de times especiais do Kansas City Chiefs
  • Frank Reich – coordenador ofensivo do Philadelphia Eagles
  • Mike Vrabel – coordenador defensivo do Houston Texans
  • Dan Campbell – assistente do técnico principal e técnico de tight ends do New Orleans Saints
  • Tom Cable – assistente do técnico principal e técnico de linha ofensiva do Seattle Seahawks
  • Todd Haley – coordenador ofensivo do Pittsburgh Steelers
  • George Edwards – coordenador defensivo do Minnesota Vikings
  • Teryl Austin – coordenador defensivo do Detroit Lions
  • Mike Munchak – técnico de linha ofensiva do Pittsburgh Steelers
  • Kris Richard – coordenador defensivo do Seattle Seahawks
  • Dennis Allen – coordenador defensivo do New Orleans Saints
  • Dave Fipp – técnico de times especiais do Philadelphia Eagles
  • Jim Bob Cooter – coordenador ofensivo do Detroit Lions
  • Vic Fangio – coordenador defensivo do Chicago Bears
  • James Bettcher – coordenador defensivo do Arizona Cardinals
  • Mike Smith – coordenador defensivo do Tampa Bay Buccaneers

 

Black Monday
Matt Patricia: um dos maiores candidatos a técnico principal, o lápis vai junto e negocia contrato (Foto: Getty Images)

Muitos times fazem promoções internas chamando integrantes das suas comissões técnicas como coordenadores. Para contratar um membro vindo de outro time, o time interessado deve pedir permissão à franquia atual para entrevistar o técnico que lhe interessa. Caso o time esteja participando da pós-temporada, os interessados devem esperar a sua participação se encerrar para fazer a entrevista.

O seu técnico sobreviveu à Black Monday? Queria que ele tivesse sido uma “vítima” dela? Alguém que você gosta está sendo observado por algum time? Conte para nós nos comentários!

2 thoughts on “CHEGOU A BLACK MONDAY! VEJA QUEM SAIU E QUEM PODE SER HEAD COACH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *