CAM NEWTON: “É ENGRAÇADO OUVIR UMA MULHER FALAR DE ROTAS”

CAM NEWTON: “É ENGRAÇADO OUVIR UMA MULHER FALAR DE ROTAS”

A terça-feira (4) foi marcada por um comentário infeliz (e machista) daquele que já foi considerado uma das maiores promessas do futebol americano. Cam Newton, quarterback do Carolina Panthers, chocou a imprensa presente numa coletiva do time (e a imprensa mundial logo depois), ao zombar de uma repórter que lhe fez uma pergunta:

Jackie Bamberger on Twitter

It’s funny to hear Cam Newton, who ranks 25th in the NFL in total QBR (43.3), talk about routes. https://t.co/AhLvUokS6z

“É engraçado ouvir uma mulher falar sobre rotas como… é engraçado”.

A repórter era Jourdan Rodrigue, do Charlotte Observer. A jornalista questionou o jogador sobre o esforço físico nas rotas do WR Devin Funchess e Newton manteve um sorriso debochado enquanto ela fazia a pergunta. Depois do comentário infeliz, o único que continuava rindo era ele. O jogador, enfim, respondeu à pergunta de Rodrigue, enquanto a sala era dominada por profundo silêncio, provavelmente de jornalistas embasbacados com o comentário machista e inapropriado.

Rodrigue não se calou, e publicou sua resposta no Twitter:

“Não acho engraçado ser mulher e falar sobre rotas. Acho que é o meu trabalho.”

A repórter ainda disse que a situação ficou pior quando os dois se encontraram depois da coletiva:

“Conversei com ele depois e foi pior. Não vou compartilhar porque tenho um trabalho de verdade a fazer, e que ele não me impedirá de fazer.”

Panthers e NFL se pronunciaram (Cam Newton, não)

O Carolina Panthers, time do QB, se manifestou algumas horas depois sobre o ocorrido:

“Conversamos com a Jourdan e o Cam e sei que eles tiveram uma conversa em que ele expressou arrependimento por ter usado essas palavras. Nos esforçamos como departamento para garantir um ambiente confortável para a imprensa e todos àqueles fazendo cobertura do nosso time.”

Minutos depois da declaração da franquia, a NFL concedeu uma declaração ao ProFootballTalk da NBC Sports:

“Os comentários são errados e desrespeitosos às excepcionais repórteres e a todos os jornalistas que fazem a cobertura da nossa Liga”, disse Brian McCarthy, representante da NFL. “Eles não refletem o pensamento da Liga.”

Se o time tentou apaziguar o ocorrido, nas redes sociais o assunto ganhava força a cada minuto que passava. O nome do jogador figurou nos Trending Topics mundiais do Twitter durante toda a noite, com uma enxurrada de críticas ao comentário.

Além de torcedores e fãs do esporte, diversos jornalistas e profissionais do meio se pronunciaram. Mike Garafolo, repórter da NFL Network, lembrou ainda que o jogador de 28 anos tem uma filhinha pequena e que com 7 anos de experiência, já deveria “ser melhor do que isso”.

Mulheres na NFL, sim

Zombar de mulheres envolvidas na NFL é no mínimo, ridículo. O que Cam Newton deve ter esquecido é que a NFL tem cada vez mais de nós.  Jen Welter, Sarah Thomas, Michele Tafoya e Katie Sowers  são apenas alguns dos nomes de peso que estão lá nos representando.  Seja à beira do campo fazendo reportagens, ou no campo apitando, na sideline ou na equipe técnica, a presença feminina no esporte cresceu e vai crescer cada vez mais.

Encerro essa matéria pesarosa, porque ter que relatar machismo no esporte em 2017 é, no mínimo, triste. E aproveito para deixar um pequeno recado para o Cam Newton.

Em nome das 30 mulheres que trabalham e fazem esse site acontecer e das outras milhares que amam o esporte e respiram futebol americano (como você respira), seja praticando, cobrindo ou torcendo: Cam Newton, volta pro século passado, volta.

 

:

Fontes: ESPN.com, YahooSports.com, ProFootballTalk.com

One thought on “CAM NEWTON: “É ENGRAÇADO OUVIR UMA MULHER FALAR DE ROTAS”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *