ADRIAN PETERSON ASSINA POR 2 ANOS COM O NEW ORLEANS SAINTS

ADRIAN PETERSON ASSINA POR 2 ANOS COM O NEW ORLEANS SAINTS

Depois de ficar algum tempo avulso, após ser dispensado pelo Minnesota Vikings, o running back Adrian Peterson assinou contrato de 2 anos com o New Orleans Saints. O valor do contrato é menor do que o RB propôs – 10 milhões – sendo assinado pelo valor de 7 milhões de dólares.

Uma curiosidade: em 2017, Peterson receberá apenas 3,5 milhões, que estão garantidos, ou seja, se o atleta não apresentar uma boa temporada, a franquia poderá dispensá-lo em março de 2018. É, o RB tem pouco tempo para mostrar a que veio na nova equipe.

Adrian Peterson foi a escolha número 7, na 1ª rodada do draft de 2007, pelo Vikings. Anteriormente, jogava no college pela Oklahoma Sooners. Sua temporada em 2012 foi preciosa: terminou o ano com 2097 jardas, nove a menos que o ex-jogador Eric Dickerson, que atuou por franquias como Los Angeles Rams, Indianapolis Colts, Los Angeles Raiders e Atlanta Falcons, além de ser eleito o MVP da temporada. Em 2013, tornou-se o terceiro jogador mais veloz, ao atingir a marca de 10.000 jardas na carreira.

Como muitos jogadores na NFL, Peterson, no auge da sua carreira, teve que lidar com uma tragédia familiar: a morte do seu filho de 2 anos, causada, segundo relatos de testemunhas, por espancamento do padrasto. Em 2014, a situação se inverteu: o próprio foi acusado de espancar o seu filho de apenas 4 anos de forma extremamente cruel. A atitude do Vikings foi imediata: dispensou o jogador, impedindo-o de jogar a partida seguinte, que aconteceu logo após o caso, e em novembro, teve seu contrato e salário oficialmente desligados pelo resto da temporada. Em 2015, acabou voltando para o Vikings, como jogador regular da franquia.

Na primeira semana da temporada 2017 da NFL, ele já reencontrará o seu antigo time em Minneapolis, no US Bank Stadium. Esperamos que em 2018 não tenhamos novamente a notícia de que o RB está sem time, assim como muitos bons jogadores que estão à deriva. E uma pergunta curiosa, para aqueles “supersticiosos”: será que a “Lei do Ex” irá reinar nessa partida?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *